RADAR POLÍTICO (05/01) – Conheça os pré-candidatos competitivos na disputa por vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco

Saiba mais informações sobre os bastidores da política clicando no link

Danilo Cabral e Aderaldo Pinto confirmam dobradinha no Recife
Vereador Aderaldo Pinto inicia #RotadoAgradecimento
Prefeito João Campos acompanha serviços de recapeamento em vias da Vila Santa Luzia

Rodrigo Farias, Dannilo Godoy, Franz Hacker, Cayo Albino, Tiago Pontes, Kaio Maniçoba, Jarbas Filho, Luciano Duque, Eriberto Filho, Sileno Guedes, Mário Ricardo, Dido Vieira, Hélio Guabiraba, Fred Ferreira, Chico Kiko, Cléber Chaparral, Delegado Rossine, Kaio Maniçoba, José Patriota, João Victor Queiroz, Jorge Carreiro, Júnior Matuto, Aderaldo Pinto, Júlio Lóssio, Raffiê Delon, Bruno Pereira, Fred Ferreira, Izaías Régis, Aline Mariano, Débora Almeida e Victor Fialho, além dos veteranos Lula Cabral, Socorro Pimentel, João Fernando Coutinho e Beto Accioly
ESCRITO POR WELLINGTON RIBEIRO

A disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco aponta para um grande acirramento em 2022. Não bastassem os ao menos 44 deputados(as) que irão concorrer à reeleição, para o próximo pleito existe um verdadeiro batalhão de pré-candidatos(as) competitivos chegando. Em 2018 a renovação na ALEPE alcançou mais da metade do Legislativo Estadual. Para 2022 existe um sentimento de que essa proporção possa se repetir.

Fazem parte desse grupo de pré-candidatos competitivos Rodrigo Farias, Dannilo Godoy, Franz Hacker, Cayo Albino, Tiago Pontes, Kaio Maniçoba, Jarbas Filho, Luciano Duque, Eriberto Filho, Sileno Guedes, Mário Ricardo, Zeca Cavalcanti, Dido Vieira, Hélio Guabiraba, Fred Ferreira, Chico Kiko, Cléber Chaparral, Delegado Rossine, José Patriota, Albérisson Carlos, João Victor Queiroz, Jorge Carreiro, Júnior Matuto, Aderaldo Pinto, Davi Muniz, Júlio Lóssio, Raffiê Delon, Bruno Pereira, Renato Antunes, Izaías Régis, Aline Mariano, Rebeca Lucena, Débora Almeida e Victor Fialho, além dos veteranos Lula Cabral, Socorro Pimentel, João Fernando Coutinho e Beto Accioly. Neste grupo são encontrados facilmente aqueles que devem superar 40 mil/50 mil votos, além de outros com potencial  de 30 mil e 20 mil votos que a depender da escolha certa em relação ao partido possuem grandes chances de emplacar vagas.

NA CORDA BAMBA – A menos que o PTB realize uma federação, o partido corre sério risco de não conseguir ultrapassar a cláusula de barreira. Em Pernambuco, por exemplo, a sigla, que é comandada pelo Coronel Meira, dificilmente conseguirá atrair quadros competitivos para concorrer à Camara Federal. O PTB apostava na atração de pré-candidatos bolsonaristas, no entanto está sofrendo grande concorrência do PL, sigla que Bolsonaro escolheu para disputar a reeleição.

ARREGIMENTANDO FORÇAS – O deputado estadual Aluísio Lessa (PSB) levou para encontro com o governador Paulo Câmara as prefeitas Graça Carrazonni (Itambé) e Talita Fonseca (Camutanga). As duas passam a fortalecer o seu grupo de apoio para à reeleição. Em silêncio Lessa tem ampliado a base rumo ao quarto mandato na ALEPE.

VAI COM QUEM? – O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), andou fazendo gestos para Raquel Lyra quando em sua passagem pelo município. Por lá há quem aposte que Raimundo possa até mesmo largar Miguel Coelho. Por sua vez, o vice-prefeito Evilásio Mateus tem se apresentado em um maior entusiasta da candidatura de Miguel ao Governo do Estado.

ALGUÉM RESPONDE? – Anda correndo entre deputados a informação de que Manuela Marinho pode ser substituída no comando da Compesa. Técnica que reúne grande capacidade de trabalho, Manuela tem realizado uma gestão primorosa a frente do órgão. Qual seria o motivo que pode levar a essa substituição? 

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE – E-mail: [email protected] Whatshap (81) 99521-6544

COMMENTS