RADAR POLÍTICO (12/07) – PP faz convenção em meio a grande desafio para 2022

Saiba estas e outras informações dos bastidores da política pernambucana clicando no link

Radar Político (10/02) – Relação entre Ferreiras e Tércios já não é a mesma
Radar Político (21/10) – Uma tragédia que uniu a população
RADAR POLÍTICO (08/03) – Pastor Ailton José Alves não vivencia seu melhor momento na Assembleia de Deus


Escrito por Wellington Ribeiro

Esta marcada para esta segunda-feira (12/07) a Convenção que reconduzirá o deputado federal Eduardo da Fonte para a presidência estadual do Progressistas. O evento acontecerá de forma remota e presencial.

Atualmente com 11 deputados estaduais, o PP possui o mesmo número de deputados do PSB na ALEPE. No que se refere ao número de prefeitos, o Progressistas elegeu 17 em 2020, ficando atrás do PSB que emplacou 52 e do MDB que foi vitorioso em 22 prefeituras.

Para 2022 o PP tem pela frente a missão de ampliar a sua bancada federal que atualmente possui dois representantes e terá o grande desafio de manter a força que possui na ALEPE. Se por um lado a entrada de deputados estaduais é esperada, por outro a saída de vários quadros da sigla também é algo já resolvido. O que não se sabe ainda é se essas novas adesões à sigla serão capazes de compensar o peso dos que estão de saída.

AUSÊNCIAS – Ao menos dois deputados estaduais não devem dar as caras na Convenção do PP. Tratam-se do presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros, e de Fabíola Cabral. Ambos já estão de malas prontas para deixar a sigla, aguardando apenas a abertura da janela partidária em abril do próximo ano.

GANHANDO TERRENO – Quando se há um comparativo em relação a 2018, poucos deputados estaduais ampliaram a base de forma tão significativa como Fabrizio Ferraz. Neste final de semana ele esteve com o prefeito Gustavo Caribé (Belém do São Francisco) e com Duíla do Alazão, candidato a prefeito de Terra Nova que obteve 43% dos votos na última eleição. Se em 2018 nenhum dos dois votaram nele, para 2022 vão de Fabrizio.

GANHANDO TERRENO 2 – Em agenda recente no município de Quixaba, no sertão do Pajeú, a deputada estadual Alessandra Vieira prestigiou a inauguração de uma escola ao lado do prefeito Zé Pretinho, o seu mais novo aliado. Em 2018 o então prefeito Tião de Gaudêncio, ligado a Zé Pretinho, votou em Alberto Feitosa. Se por um lado o estadual do grupo mudou, o federal continua Sebastião Oliveira, federal que ao longo dos anos vem destinando muitos recursos para o município.

COMPENSAÇÃO – Candidato a prefeito do Recife em 2020, Feitosa acabou perdendo vários espaços no interior. Para 2022 a expectativa é que ele compense essas perdas junto ao eleitores ligados ao bolsonarismo, já que tem sido um dos maiores defensores do presidente aqui no Estado.

SEM ESPAÇO – Com a grande maioria dos espaços no Agreste Meridional preenchidos por deputados e outros candidatos competitivos a estadual, a pré-candidata e ex-prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, terá grandes dificuldades de crescer na região. Caso não queira servir de camurim ovado no PP terá que fazer um esforço hercúleo para conquistar votos fora da região. Procuradora federal concursada da Advocacia Geral da União (AGU) Débora é um grande quadro que agrega bastante à política.

DO CAIS AO SERTÃO – Apesar de ter a sua maior base concentrada no Sertão do Araripe, a deputada estadual Roberta Arraes tem avançado também na região litorânea. A mais nova aliança fechada foi com o vereador Renato Sandré do município de Goiana.

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE

COMMENTS