RADAR POLÍTICO (13/01) – Disputa pela Prefeitura do Recife já começou

Saiba mais informações sobre os bastidores da política clicando no link

João Campos Recife Raquel Lyra Túlio Gadelha Anderson Ferreira Eleições 2024

ESCRITO POR WELLINGTON RIBEIRO 

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), já deu claros sinais de que anda trabalhando para pavimentar o caminho da reeleição em 2024. Nesta semana o herdeiro de Eduardo Campos realizou movimentos que atraíram o União Brasil de Luciano Bivar e o PSD de André de Paula para a sua base. Com tais atitudes João mandou um verdadeiro recado para os opositores. O UB e PSD se unem ao PSB, PDT e Republicanos. Existe ainda a expectativa de que João Campos busque atrair a federação (PT, PV e PC do B), além do Solidariedade que se fundiu com o PROS, e o Avante. Todos esses partidos juntos reúnem cerca de 51% do tempo de rádio e televisão já que elegeram 263 dos 513 deputados federais.

Por sua vez, existe uma grande dúvida se o PP de Eduardo da Fonte e o MDB de Jarbas caminharão com João ou ficarão com o candidato(a) da governadora Raquel Lyra à prefeitura do Recife. O PP, que elegeu 47 deputados federais, a quarta maior bancada, representa 9% do tempo de rádio e televisão. Por sua vez, o MDB, que elegeu 42, representa 9%.

Caso queira garantir um bom espaço de rádio e TV para o seu candidato(a), a governadora Raquel Lyra precisará trabalhar para montar o palanque. A sua federação PSDB/Cidadania elegeu apenas 18 deputados federais e terá direito a menos de 4% do espaço da propaganda eleitoral. No atual cenário existe chances de Raquel atrair o PP, MDB e o Podemos que se fundiu ao PSC, o que poderia fazer com que o seu candidato(a) alcance algo próximo a 25% do tempo de rádio e TV. Já o PL de Anderson Ferreira, partido que elegeu 99 deputados federais, a maior bancada, embora sinalize apoio ao Governo de Raquel, deve lançar candidato próprio ao Palácio do Capibaribe. No páreo estão o deputado federal André Ferreira e o ex-ministro Gilson Machado Neto. Deve se unir a esta candidatura o Patriota que se fundirá ao PTB e juntos somarão 5 deputados. Sozinho o PL terá mais de 19% do tempo de rádio e TV. Com o Patriota/PTB chega a 104 deputados e sobe para 20% da propaganda eleitoral.

Por fim, a Federação PSOL/Rede, que elegeu 14 parlamentares, terá próximo a 3% da propaganda eleitoral e caminha para ter o deputado federal Túlio Gadelha como candidato a prefeito do Recife.

AMUPE 1 – No próximo dia 17 a Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE) da o start para os preparativos da eleição da nova Diretoria para o biênio 2023/2025. Na pauta do encontro está a escolha da Comissão Eleitoral que irá organizar o pleito.

AMUPE 2 – O atual presidente José Patriota não esconde de ninguém a intenção de ser reconduzido ao cargo. Nomes como os das prefeitas Professora Elcione (Igarassu); e Ana Célia (Surubim) são lembradas como opções. Por sua vez existe um movimento que tenta convencer o prefeito Rodrigo Pinheiro (Caruaru) a entrar na disputa.

DUELO DE GIGANTES – A disputa pelo comando do Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambuco e Fronteiras (CONIAPE) deve pegar fogo. De um lado está o atual presidente, o prefeito Romero Leal (Vertentes) que busca se manter no posto. Do outro está Josafá Almeida, prefeito de São Caetano, que já colocou o time em campo e tem conseguido arregimentar muitos apoios. Vale lembrar que o Consórcio reúne 24 municípios. A eleição deve ocorrer na segunda quinzena de fevereiro.

ALGUÉM RESPONDE? – Quem será o candidato(a) de Raquel Lyra à Prefeitura do Recife? Daniel Coelho ou Priscila Krause?

Wellington Ribeiro Blog Ponto de Vista

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE – E-mail: blogpontodevistape@gmail.com Whatshap (81) 99521-6544

COMMENTS