RADAR POLÍTICO (14/01) – Raquel inicia gestão carregada de simbolismo

Saiba esta e outras informações sobre os bastidores da política clicando no link

Governadora Raquel Lyra Dona Biu Alto José do Pinho Recife Hospital da Restauração vice-governadora Priscila Krause
ESCRITO POR WELLINGTON RIBEIRO

Aos poucos a governadora Raquel Lyra (PSDB) tem dado sinais de como pretende tocar o Governo. Para quem apostou em uma Raquel de gabinete, longe do povo, se enganou! Para um bom observador dos passos da governadora, ela tem feito questão de fazer o contrário. As suas atitudes caminham para uma gestão mais próxima da população e carregada de grande simbolismo, e neste contexto podemos destacar ao menos dois movimentos que evidenciam muito isto: a visita à casa de dona Biu, no Alto José do Pinho, no Recife; e a vistoria no Hospital da Restauração, também na capital pernambucana.

Na primeira agenda, na sexta-feira (06/01), a governadora visitou dona Biu, idosa que há mais de 8 anos não recebia água na torneira. De pronto a governadora comunicou a ela que na semana seguinte o tão precioso líquido já estaria disponível. Algo que de fato se cumpriu não apenas para a residência de dona Biu, mas também para outras 50 casas.

Por sua vez, no seu segundo compromisso carregado de simbolismo e que ocorreu nesta última sexta (13), Raquel Lyra, sempre acompanhada da sua vice Priscila Krause, percorreu os corredores do Hospital da Restauração, a maior emergência pública do Norte e Nordeste do país, ouviu atentamente as demandas de médicos, enfermeiros, servidores,  pacientes e acompanhantes, e se prontificou a realizar não apenas melhorias na unidade, mas também em avançar com os mutirões de cirurgias e  com a descentralização da saúde.

Em menos de 15 dias de Governo Raquel Lyra sinalizou, com dois gestos bastantes simbólicos, que estará na linha de frente para resolver dois problemas que incomodam os pernambucanos: a falta d’água e os serviços precários de saúde. Diante da tamanha disposição que tem apresentado para em encarar os desafios de Pernambuco, não será ousadia antecipar que os próximos passos de Raquel Lyra devem ser direcionados a agendas que envolvam temas como melhoria da mobilidade, combate à fome e geração de emprego.

PRESTÍGIO EM ALTA – A nomeação do ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), para comandar o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), foi uma clara demonstração de que ele figura no hall dos políticos que a governadora Raquel Lyra tem grande estima e consideração.

POSSIBILIDADE – O nome da deputada estadual Simone Santana (PSB) tem sido lembrado por colegas para disputar a 1º vice-presidência da ALEPE. A parlamentar, que vai para o seu terceiro mandato, fez história no Legislativo Estadual em 2019 ao ser a primeira mulher eleita vice-presidente do Legislativo pernambucano. Caso decida concorrer ao posto, Simone reúne grande competitividade para lograr êxito na disputa.

PROATIVIDADE– Antes mesmo de assumir como deputado estadual, João de Nadegi (PV) já anda se mexendo para ajudar Camaragibe, município comandado por sua mãe, a prefeita Doutora Nadegi. Ontem (13) ele se reuniu com Daniel Coelho, secretário estadual de Turismo, para articular ações que potencializem esta importante área no município.

NO MEIO DO POVO – Tem chamado a atenção o ritmo de trabalho que o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, anda adotando. O gestor tem separado grande parte do seu tempo para visitar obras em andamento e participar de ações que estão sendo desenvolvidas por sua gestão nos mais diversos bairros do município.

ALGUÉM RESPONDE? – Quais espaços do 2º escalão a governadora Raquel Lyra irá garantir aos partidos aliados ?

Wellington Ribeiro Blog Ponto de Vista

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE – E-mail: blogpontodevistape@gmail.com Whatshap (81) 99521-6544

COMMENTS