RADAR POLÍTICO (15/03) – Cresce lista de pré-candidatos a deputado estadual

Saiba esta e outras informações sobre os bastidores da política pernambucana clicando no link

União entre MDB e PSB em Jaboatão é criticada por Fernando Bezerra e Miguel Coelho
Prefeito Anderson Ferreira anuncia seleção simplificada para reforçar combate à Covid-19 no Jaboatão
Anderson Ferreira comemora mais um prêmio nacional com campanha de prevenção em áreas de encosta

Ao longo das últimas semanas o Blog Ponto de Vista tem revelado os nomes de vários políticos que pretendem disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco no próximo ano. A medida que divulgamos, outros nomes surgem e a lista de pretendentes só cresce.

Na atual relação, que inclusive já circula nos corredores da ALEPE, constam os ex-prefeitos Luciano Duque (Serra Talhada), Mário Ricardo (Igarassu), Isaías Régis (Garanhuns), José Patriota (Afogados da Ingazeira), Franz Hacker (Sirinhaém), Júnior Matuto (Paulista), Cleber Chaparral (Orobó) e Bruno Pereira (São Lourenço da Mata); o atual vice-prefeito de Paulista, Dido Vieira; o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Sileno Guedes, a delegada Patrícia Domingos, Lula da Fonte, filho do deputado federal Eduardo da Fonte, e os empresários Alan Carneiro e Celso Muniz, o primeiro concorreu a prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe enquanto que o segundo disputou a prefeitura de Olinda.

Quando o assunto é parentes de prefeitos e prefeitas, a esposa do prefeito de Olinda, Cláudia de Lupércio; o esposo da prefeita de Caruaru Raquel Lyra, Fernando Lucena; e o filho da prefeita de Camaragibe Nadegi Queiroz, João Victor;  também engrossam a lista de pré-candidatos a deputado estadual.

Por sua vez, os ex-deputados federais Kaio Maniçoba e João Fernando Coutinho também figuram como pré-candidatos. No caso de Kaio, embora tenha um compromisso de disputar uma vaga na Câmara Federal pelo PP, há quem acredite que ele optará por disputar uma vaga na ALEPE.

Já a Câmara de Vereadores do Recife também dará a sua contribuição para ampliar a concorrência na disputa para uma cadeira na Assembleia Legislativa. Por lá constam os nomes de Renato Antunes, Davi Muniz, Hélio Guabiraba, Rodrigo Coutinho, Liana Cirne, além de Romerinho Jatobá. Este último, por ser o presidente do Legislativo, ainda avalia a possibilidade de concorrer.

VAI ENCARAR ? – Secretário Executivo de Articulação Institucional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Farias tem recebido incentivos para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. A única oposição ao projeto de Farias tem origem em parte dos deputados estaduais do PSB que veem nele um forte concorrente. Vale lembrar que Rodrigo Farias é lidadíssimo a Geraldo Júlio, pré-candidato a governador da Frente Popular.

FORA DE COMBATE – Enquanto não reverter no TSE a decisão do TRE-PE que suspendeu seus direitos políticos, a ex-prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB) terá que adiar o seu desejo de disputar uma vaga na ALEPE.

ARREPENDIDO  Pessoas próximas ao ex-vereador de Ipojuca Albérico da Cobal afirmam que ele está bastante arrependido por ter disputado a prefeitura ao invés de concorrer a uma reeleição líquida e certa. Lembrado para disputar um mandato de deputado federal, Albérico já não estaria entusiasmado com a ideia. O resultado das urnas em 2020 foi devastador para ele em vários aspectos.

NO AGUARDO – A depender da composição da chapa majoritária da oposição em 2022, onde estão em jogo os nomes de Miguel Coelho (DEM), Raquel Lyra (PSDB) e Anderson Ferreira (PL) para concorrer ao Governo do Estado, o ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, pode  disputar uma vaga na Câmara Federal. Enquanto isso, Edson segue cumprindo agendas com lideranças políticas do Agreste, Zona da Mata e Região Metropolitana. Ao que parece, ele já se prepara caso a oportunidade surja.

TÁBUA DE …. – Eleito deputado estadual em 2018 com 29.442 votos, desempenho bem abaixo do esperado para quem já foi prefeito do Recife por dois mandatos, João Paulo (PC do B) deve apostar todas as fichas da sua reeleição nos votos que podem vir de Olinda, onde no ano passado ficou em 2º lugar na disputa pela prefeitura alcançando 45.289 votos.

… SALVAÇÃO – Afastado da eleição municipal do Recife, João Paulo dificilmente obterá o mesmo desempenho de 2018 na capital, quando recebeu pouco mais de 17 mil votos. Por sua vez, em Olinda, a sua votação tem tudo para superar os 2.600 votos recebidos na disputa por uma cadeira na ALEPE na eleição passada. Com uma reeleição nada fácil, há quem acredite que João Paulo possa sair do PC do B e retornar ao PT.

À DISPOSIÇÃO – Segundo colocado na disputa pela prefeitura de Limoeiro, Marcelo Motta (Avante) já colocou o nome à disposição do partido para disputar uma vaga para a Câmara Federal no próximo ano. Caso não dispute, ele votará em Sebastião Oliveira para federal e Henrique Queiroz Filho para estadual.

UMA PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR – O governador Paulo Câmara vai endurecer as medidas restritivas em relação ao enfrentamento à COVID-19?

Escrito por Wellington Ribeiro – E-mail: [email protected] – Telefone: (81) 99521-6544

COMMENTS