RADAR POLÍTICO (21/05) – Paulo Câmara prepara terreno para Geraldo Júlio

Saiba esta e outras informações sobre os bastidores da política pernambucana clicando no link

Iniciativa de Sebastião Oliveira beneficia agricultores de Serra Talhada
Candidatura de Gaúcho é homologada em IPOJUCA
Deputado defende unidade da Oposição


Principal condutor do processo político da Frente Popular para a eleição de 2022, o governador Paulo Câmara segue contemplando aliados com a concessão de espaços na estrutura administrativa do Governo do Estado. Depois de  contemplar na semana passada o PSD de André de Paula com o comando do IRH, agora foi a vez de prestigiar o Republicanos de Sílvio Costa Filho e o Avante de Sebastião Oliveira. O primeiro emplacou a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, enquanto que o segundo ficou com o comando da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI). Juntos, Sílvio Costa Filho e Sebastião Oliveira reúnem uma robusta base eleitoral que contempla mais de 30 prefeitos, além de outras lideranças nos mais diversos municípios do estado.

A movimentação realizada pelo governador é um recado claro à oposição de que a eleição de 2022 já entrou no radar e que fará o que estiver ao seu alcance para fortalecer o palanque de Geraldo Júlio com vista a garantir a manutenção do PSB no comando do Palácio do Campo das Princesas.

PERDEU ESPAÇO – Com a nomeação de um quadro do Republicanos para a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitação, o deputado federal Raul Henry (MDB) acabou por perder o espaço que tinha no Governo. Embora o MDB continue com o comando do DETRAN, por lá quem manda é Fernando Dueire, 1º suplente do senador Jarbas Vasconcelos. A relação entre Dueire e Raul não é das melhores, por esta razão o deputado federal não possui força alguma no órgão. A expectativa é que Raul seja contemplado com algum órgão do 2º escalão.

ARTICULAÇÃO– A prefeita de Jaqueira, Ridete Pellegrino (PSD), que tem concentrado atenções à Zona Rural do Município com a recuperação das estradas vicinais e apoio aos agricultores, esteve ontem com o presidente do Instituto de Agronômico de Pernambuco, Kaio Maniçoba, para tratar sobre parcerias para a área de agricultura.

REAPROXIMAÇÃO– Distantes desde o 2º turno da eleição do Recife, o ex-prefeito de Serra Talhada e a deputada federal Marília Arraes parece que já começaram a falar a mesma língua. A deputada, que desembarcou ontem em ST e foi recebida por Duque e a prefeita Márcia Conrado, inicia uma série de visitas aos municípios do Sertão do Pajeú. Quem deve está com as barbas de molho com essa reaproximação é o deputado federal Fernando Monteiro que espera dobrar com Luciano na Capital do Xaxado.

EMPENHADO – O deputado federal Sebastião Oliveira já caiu em campo para montar a chapa do Avante para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa. Sebá aposta com quem quiser que a chapa irá eleger 2 deputados federais. Quanto aos nomes dos pré-candidatos, o parlamentar tem feito questão de guardar a sete chaves.

CONSEQUÊNCIA – A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Progressistas poderia implicar em Pernambuco a saída do partido da Frente Popular e ingresso no Campo de Oposição. Bolsonaro segue sendo cortejado pelo presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira (PP-PI).

AUTONOMIA – Por sua vez, há quem aposte, caso ocorra o ingresso de Bolsonaro no PP, que o presidente do partido aqui em Pernambuco, o deputado federal Eduardo da Fonte, continuaria tendo carta branca para escolher o destino da sigla aqui no estado. Nas mãos de Da Fonte a sigla ganhou musculatura no estado.

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE

COMMENTS