RADAR POLÍTICO (29/04) – Qual caminho trilhará o PDT em 2022 em Pernambuco?

Saiba esta e outras informações sobre os bastidores da política pernambucana clicando no link

Radar Político (24/05) – Anderson Ferreira provoca o PSB
Tudo pronto para o Réveillon 2020 do Jaboatão dos Guararapes
Anderson Ferreira: “Jaboatão passou a ser visto como referência de desenvolvimento socioeconômico”

Escrito por Wellington Ribeiro

Poucos dias após demonstrar a sua insatisfação sobre uma possível aliança entre o PSB e PT, o presidente estadual do PDT e deputado federal Wolney Queiroz fez questão de pousar em uma foto ao lado do prefeito de Petrolina e pré-candidato a governador Miguel Coelho (MDB). A postura adota por Wolney denota que o trabalhista não está blefando quanto à possibilidade de desembarcar da Frente Popular.

Um retorno do PT à coalizão partidária comandada pelo PSB é visto no meio político como um sinal de que os socialistas podem firmar uma aliança nacional com os petistas, o que vai de encontro com o desejo do PDT que deseja ter o PSB apoiando Ciro Gomes à presidência da República. Diante de tal situação Wolney não só passou recibo expondo o seu descontentamento com tal movimento, como também fez questão de receber um dos principais nomes da oposição na disputa pelo Governo do Estado.

Embora o PDT não tivesse feito parte formalmente do palanque da Frente Popular nas eleições de 2014 e 2018, Wolney e seu pai o ex-prefeito de Caruaru José Queiroz deram a sua cota de contribuição à vitória de Paulo Câmara nas duas eleições. Vale lembrar que na eleição de Recife do ano passado o PDT retirou a candidatura de Túlio Gadelha à prefeitura para compor uma chapa com João Campos indicando a vice, o que foi primordial para o fortalecimento da candidatura socialista no primeiro turno. Para 2022 a presença do PDT no palanque da Frente Popular ganha uma importância ainda maior do que nas outras eleições. Em uma eleição que caminha para a polarização entre a Direita e Esquerda não basta ao PSB garantir o máximo de siglas progressistas e de espectro de Centro e esquerda ao seu lado, mas, sobretudo, evitar que elas embarquem no palanque do adversário.

Wolney Queiroz deu o recado!

PRESTÍGIO EM ALTA – Os ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Gilson Machado Neto (Turismo) desembarcam em Pernambuco nesta quinta-feira 29 para anunciar investimentos nos municípios de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, onde serão recebidos pelos prefeitos Anderson Ferreira e Keko do Armazém, respectivamente. A vinda dos ministros é fruto de uma articulação encabeçada pelo deputado federal André Ferreira (PSC), parlamentar que anda com o prestígio em alta na Explanada dos Ministérios.

PARADA OBRIGATÓRIA – Com um trânsito incomum em Brasília, onde já está há mais de 30 anos, Aristeu Plácido, conhecido como embaixador de Pernambuco na Capital Federal, tem realizado um excelente trabalho na chefia do gabinete do senador Jarbas Vasconcelos. Por lá ele tem ajudado prefeitos que buscam pelo destravamento de recursos em Brasília.

CONSOLIDADA – Principal representante do Sertão do Araripe no Legislativo Estadual, a deputada Roberta Arraes (PP) se consolidou na região com bases em praticamente todos os municípios. Roberta também tem crescido no São Francisco, além de estar avançando no Sertão Central, onde também conquistou a adesão de importantes lideranças à sua base.

EFEITO DEVASTADOR – O prefeito de Ouricuri, Ricardo Ramos (PSDB), pode lançar a sua esposa Carol Barros como candidata à Assembleia Legislativa. Caso isso ocorra, o deputado estadual Antônio Fernando (PSC) será o maior prejudicado. Uma candidatura de Carol tem potencial para derrubar drasticamente o desempenho de Antônio Fernando no município onde ele obteve 18 mil votos em 2018 e dificultar a sua reeleição que já não está fácil.

COSTURANDO APOIOS – Em silêncio o pré-candidato a deputado federal Lula da Fonte (PP) está montando a sua base. Uma das muitas lideranças que já teriam fechado apoio ao seu projeto é o prefeito de Moreno Edmilson Cupertino (PSB).

CORRENDO SOLTO – Não é só com políticos que o prefeito de Petrolina e pré-candidato a governador Miguel Coelho (MDB) tem se reunido. Ontem ele foi visto no restaurante Costa Brava, em Boa Viagem, conversando com importantes empresários que representam uma fatia importante do PIB pernambucano.

ALGUÉM RESPONDE? – Até quando o PSB se manterá inerte às movimentações dos pré-candidatos da oposição?

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE

COMMENTS