Redução de desigualdades também passa por reforma tributária ampla, afirma Armando Monteiro

Saiba mais informações clicando no link

Parecer de Armando aprova uso do FNE na revitalização do Rio São Francisco
José Humberto encerra campanha com caminhada e motocarreata na Mata Norte e Agreste Setentrional
Em encontro com mulheres, Armando defende humanização do atendimento nas delegacias


Na aula pública realizada em formato virtual para estudantes do curso de administração da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e que também contou com grande participação de seguidores nas redes sociais, o ex-senador Armando Monteiro Neto (PSDB) falou sobre os impactos da aprovação do modelo de reforma tributária que está em discussão no Congresso Nacional.

A aula pública foi conduzida pelo professor e ex-vereador do Recife, André Regis, que leciona a disciplina Administração Tributária, e também pelo professor de Finanças, Pierre Lucena, presidente do Porto Digital.

Em sua exposição, Armando destacou que uma dimensão da reforma tributária é a redução das desigualdades sociais. Ele defende um modelo que diminua o peso dos impostos sobre a população mais carente:

“O Brasil é um País extremamente desigual, tanto na dimensão interpessoal quanto na inter-regional. Nós todos reconhecemos que o atual sistema agrava as desigualdades, por estar muito centrado nos impostos sobre o consumo, na tributação indireta, que penaliza mais os setores de renda mais baixa”, afirmou.

A aula completa pode ser acompanhada no perfil de Instagram @armandomonteironeto

COMMENTS