Secretaria da Juventude de São José da Coroa Grande lança Projeto Recordar

Com o objetivo de resgatar a memória histórica do município, trazendo à tona as diversas versões, lembranças, reminiscências e narrativas a cerca

Prefeitura dos Palmares lamenta morte de Gabriel Diniz
Pernambuco inicia cadastramento de profissionais de cultura para benefício oferecido pela Lei Aldir Blanc
SIMPLES INICIATIVAS DEMONSTRAM O SEU AMOR PELA CIDADE
image

Imagem da Av. João Francisco de Melo, onde são visualizados a antiga Unidade Mista e a escola João Francisco de Melo

Com o objetivo de resgatar a memória histórica do município, trazendo à tona as diversas versões, lembranças, reminiscências e narrativas a cerca da constituição de São José da Coroa Grande, sua Sede, seus distritos, seus engenhos e, sobretudo, sua gente, a Secretaria da Juventude lançou o Projeto Recordar.

A iniciativa é um grande passo para o resgate da cultura e memória por meio de fotografias, pinturas e desenhos, revelando os costumes e tradições do povo coroense no passado. Segundo o secretário da Juventude e também doutorando em História pela UFPE, Wagner Germiniano, embora relativamente jovem, o município tem boa parte de sua memória enterrada e que precisa ser resgatada. ” Grande parte memória histórica do município ainda se encontra soterrada pelas areias do esquecimento, necessitando ser passada a limpo pela vassoura da memória”, disse o secretário.

image

Rua Lídio Florentino

O Projeto Recordar busca restituir aos munícipes o direito a contar e recontar o seu passado, bem como o direito de escrever e rescrever a sua memória histórica, e buscará na participação popular os subsídios necessários para que isso aconteça. “Ninguém melhor que os seus próprios habitantes e aqueles que por aqui passaram para contribuir com esta empreitada”, ressalta Germiniano.

Para aqueles que quiserem contribuir, basta procurar a Casa das Juventudes ou enviar um imagem história da cidade pela Fan Page Projeto Recordar São Jose da Coroa Grande, pois incentivar a pesquisa para resgatar a memória de uma sociedade, é cuidar de um bem de valor imensurável, a sua história.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS