Sindicontas-PE defende indicação de técnico para ocupar vaga no TCE

Em nota divulgada nesta sexta-feira (5), o Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) defendeu a indicação de um nome téc

Cléber Chaparral, ex-prefeito de Orobó, comemora aprovação das contas de 2019 pelo TCE
Paulo Câmara nomeia Carlos Neves como conselheiro do Tribunal de Contas de Pernambuco
Serra Talhada alcança 98,4% no índice de contabilidade pública do TCE-PE

Em nota divulgada nesta sexta-feira (5), o Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) defendeu a indicação de um nome técnico para ocupar a vaga do conselheiro João Campos, que faleceu vítima de infarto no dia 22 de junho.

“Uma pessoa proveniente do Controle Externo reforça a autonomia, altivez e independência do Tribunal de Contas”, diz o texto.

A nota destaca o importante trabalho de João Campos e afirma que seu legado “reforça ainda mais a responsabilidade do nome que passará a integrar a Corte”.

Confira a nota na íntegra:

A perda precoce do Conselheiro João Campos é inestimável. Ele deixou um importante legado na Casa, o que reforça ainda mais a responsabilidade do nome que passará a integrar a Corte. Em meio à discussão sobre a indicação de quem ocupará a vaga do Conselheiro João Campos, o Sindicontas-PE destaca a importância da escolha de um nome oriundo do quadro técnico. Uma pessoa proveniente do Controle Externo reforça a autonomia, altivez e independência do Tribunal de Contas.

COMMENTS