“Sou contra vandalismos mas não podemos generalizar a todos como terroristas”, diz Joel da Harpa

Saiba mais informações clicando no link

Deputado Joel da Harpa Segurança Pública

Invasão, depredação são atos que devem ser repudiados mas não podemos generalizar a todos como terroristas. É o que afirma o Deputado Joel da Harpa que se diz preocupado com os últimos acontecimentos em Brasília (DF). Segundo o parlamentar, em 2014, em protesto pela reforma agrária, manifestantes derrubaram barricadas em frente ao Palácio do Planalto e tentaram invadir o STF. Em 2016, invadiram o Congresso Nacional.

“Em nenhum momento foram atos tratados como terrorismo e todas as devidas providências foram tomadas. As investigações e punições sobre o que ocorreu ontem não devem, portanto, tomar um rumo equivocado. Temos muitos pais e mães de família que estavam pacificamente participando das manifestações. Aliás, há dias que a Direita está na rua protestando de maneira ordeira e democrática”, diz o Deputado.

Para Joel, preocupa também o andamento das possíveis punições aos policiais militares que supostamente teriam colaborado com o ato. “Sabemos que policiais atuam sob ordem de alguém. Muito difícil a tropa agir deliberadamente. Os profissionais de segurança pública demoraram muito a terem o direito à democracia garantidos. Temos receio que haja um retrocesso”.

COMMENTS