TCE julga irregulares ações da gestão Sebastião Dias Filho, em Tabira

Saiba mais informações clicando no link

Marília continua compromissos pelo Sertão em Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Flores, Afogados da Ingazeira e Tabira
Fernando Bezerra visita Barragem da Ingazeira, no Sertão do Pajeú e Moxotó
Em Tabira, Armando e Mendonça participam de grande ato com lideranças do Pajeú

Entre as irregularidades cometidas estão deficiências no controle e estoque da distribuição de merenda escolar e contratação irregular de veículos

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) julgou irregular a contratação de veículos com valor superior a R$ 206 mil por parte da Prefeitura de Tabira com a empresa RFM Veras de Melo, pertencente ao sobrinho da esposa do prefeito Sebastião Dias Filho (PTB). De acordo com apuração do TCE, os veículos não eram pertencentes à empresa, mas sim a laranjas ou terceiros.

O TCE também julgou irregular a aquisição de combustível no valor superior a R$ 201 mil por não haver a devida comprovação da despesa. Além disso, identificou deficiências no controle de estoque e distribuição de merenda escolar e pagamentos de encargos financeiros indevidos em razão do recolhimento em atraso de contribuições previdenciárias, patronal e segurado no valor superior a R$ 86 mil.

A defesa do prefeito Sebastião Dias Filho recorreu às acusações e, mesmo assim, ficou determinado que, por todos os crimes, o político deverá devolver o valor de R$ 201 mil, pagar multas nos valores de R$ 42 mil, R$ 25 mil e R$ 17 mil. Também ficou determinado que o prefeito passe a efetuar controles de fiscalização e acompanhamentos dos contratos em execução; aperfeiçoamento dos mecanismos de controle de estoques de gênero alimentícios destinados à merenda escolar, a fim de reduzir riscos de desvios ou desperdícios, e efetuar os recolhimentos das contribuições previdenciárias nos valores devidos e dentro dos prazos legais.

COMMENTS