VEREADOR PEU RECEBE CONVITES PARA COMPOR CHAPA PARA PREFEITO

  Aonde poderia chegar alguém que aos 8 anos de idade vendia macaxeira na calçada do mercado público de Barreiros e que aos 10 não se enve

SÃO JOSÉ DA COROA GRANDE – Militantes apresentam chapa que defende a reconstrução do PT no Município
Valéria Cardoso garante apoio do vice-governador para ser candidata a prefeita de São José da Coroa Grande
Pel Lages, João Baleia, Barbosa ou Dr. Camilo Lobo. Quem sairá maior após as eleições de 2018 em São José da Coroa Grande?
pel

Vereador PEU

 

Aonde poderia chegar alguém que aos 8 anos de idade vendia macaxeira na calçada do mercado público de Barreiros e que aos 10 não se envergonhava em transportar feira com um carro de mão para conseguir alguns trocados? O que o futuro reservaria para este mesmo menino que aos 12 anos ajudava o pai a vender feijão, arroz e outros cereais no mesmo mercado que desde jovem conhecia e que aos 14 anos começou a trabalhar como servente de pedreiro? Talvez a maioria das pessoas não saibam, mas essa é parte da história de Jaziel Gonsalves Lages, popularmente conhecido como PEU.

Filho do respeitado casal Expedito Lages e Lourdes Lages, PEU nasceu no ano de 1971 na cidade de Barreiros e aos 11 anos foi morar em São José da Coroa Grande, onde concluiu o ensino médio na escola municipal João Francisco de Melo.

Antes de se envolver ativamente na política, Jaziel ainda exerceu as profissões de cobrador de ônibus, auxiliar de escritório e técnico em contabilidade. Mas o que o destino havia reservado para o jovem vendedor de macaxeira começou a se revelar no ano de 2000, quando PEU foi lançado como candidato a vereador, já que a vereadora Eliete Veras, do qual é primo e cunhado, viria a ser candidata a vice-prefeita. No início muitos não acreditavam que aquele jovem de 29 anos pudesse lograr êxito com uma candidatura em meio a muitos candidatos experientes, mas aberta as urnas, 172 votos foram o suficiente para levá-lo a Casa Amaro Marcelo. Daí por diante se iniciou uma trajetória política de vitórias expressivas.

VOTAÇÃO DE PEU

No decorrer do primeiro mandato, uma característica incomum no meio político foi logo notada em PEU, ao contrário de muitos políticos, ele não tinha a habilidade de constituir riquezas. Na proporção inversa dos que incorporavam bens materiais com o mandato, PEU acumulava amigos ao seu redor, foi exatamente isso que o fez quase triplicar a votação na eleição 2004, alcançando assim 448 votos. Mas não parou por aí, pois as eleições seguintes continuaram confirmando aonde um grande círculo de amizades poderia levar alguém. Em 2008 foram 620 votos e na última eleição 687 pessoas deram o quarto mandato consecutivo a PEU que se filiou no ano de 1990 ao PDT e desde então nunca mudou de sigla.

Por conta do excelente desempenho que tem mostrado diante das urnas, Peu, ao lado de outros poucos vereadores (do qual divulgaremos os nomes em outras postagens), sempre tem o nome lembrado quando o assunto é candidatura para o cargo de prefeito. Não há dúvidas de que PEU tenha totais condições de disputar um cargo majoritário, seja ele para prefeito ou até mesmo componha uma chapa na condição de candidato a vice-prefeito. A verdade é que aquilo que parecia ser mera especulação acabou ganhando força nos últimos dias, inclusive, embora tente negar, há informações concretas de que PEU já recebeu convites nesse sentido e o tempo dirá se ele aceitou ou não.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS