Vereadora Professora Ana Lúcia debate sobre gestão de equipamentos culturais da cidade

Saiba mais informações clicando no link

Bancada Cristã entrega carta ao prefeito e ao governador em prol das Igrejas
Mourão deve vir em maio ao Recife receber título de cidadão
Radar Politico (18/03) – Mudança na Legislação Eleitoral é esperança de muitos vereadores recifenses

Vereadora Professora Ana Lúcia

A Comissão de Educação, Cultura, Turismo e Esportes, da Câmara Municipal do Recife, realizou na tarde dessa quinta-feira, 5 de agosto, uma audiência pública virtual que debateu a gestão de equipamentos culturais da cidade.

A importância da criação de políticas públicas com foco nos equipamentos culturais, que garantam manutenção, fomento e formação de plateia, foram destacadas durante o debate, além da necessidade da realização de concursos públicos, e da participação de setores culturais na discussão sobre a gestão dos equipamentos, que foram apontadas como necessidade para que haja um avanço no setor.

Durante a audiência, também foi apresentado um projeto denominado “Novo Modelo de Gestão para o Teatro de Santa Isabel, elaborado pelo Porto Digital, em parceria com a Associação Pernambucana de Ópera, Dança Cênica e Música de Concerto (APODM).

A retomada no funcionamento dos equipamentos, de acordo com a Secretaria de Cultura, deverá acontecer com o devido respeito aos protocolos de saúde, e a produção cultural de Pernambuco deverá ser liberada, inclusive, com o passaporte da vacina, que oferecerá vinte por cento de desconto nos ingressos para os espetáculos. O Gerente de Equipamentos Culturais, Diego Santos, alegou que a gestão também segue analisando a viabilidade da realização de um concurso público para músicos que deverão compor o quadro da Orquestra Sinfônica do Recife.

“Agradecemos aos que participaram, que acompanharam. Nossa cidade com certeza terá os seus equipamentos devolvidos para que o povo possa apreciar a nossa arte e cultura.” Relatou a vereadora Ana Lúcia (Republicanos), presidente da Comissão de Educação, Cultura, Turismo e Esportes.

A vereadora Cida Pedrosa (PC do B), vice-presidente da Comissão, reforçou a importância do debate.

“O que nós queremos deixar claro aqui é que essa Casa está a dispor para a construção de pontes, para que as soluções contemplem a todos os envolvidos na discussão sobre a gestão dos equipamentos culturais.”

 

Entre os participantes da mesa da audiência virtual, estiveram o Maestro Wendell Kettle, Doutor em Regência e Música Operística, o professor Geber Santos, integrante do Conselho do Porto Digital, Flávia Furtado, Gestora Cultural e Diretora da Vlaanderen Produções Culturais e Diretora do Festival Amazonas de Ópera, Diomar Silveira, Diretor-Presidente do Instituto Cultural Filarmônica, organização gestora da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Romildo Moreira, Gestor do Teatro de Santa Isabel, Diego Santos, Gestor de Equipamentos Culturais do Recife, e Nelio Fonseca, Gestor do Sítio da Trindade.

COMMENTS