Wanderson Florêncio cobra Prefeitura do Recife e diz que apresentará projeto para o terreno do antigo Aeroclube

Wanderson Florêncio cobra Prefeitura do Recife e diz que apresentará projeto para o terreno do antigo Aeroclube

O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC) cobrou da Prefeitura do Recife, nesta terça-feira, um posicionamento sobre o terreno do antigo na Ae

Iputinga recebe nova sede da Creche Escola Sementinha Skylab
Mais Vida nos Morros chega ao Alto José Bonifácio
Geraldo Júlio recebe convite para participar de Culto da Maranata FM e se coloca à disposição para apoiar possível candidatura de André Carvalho à Câmara Federal

Deputado Wanderson Florêncio (PSC) – Foto: Roberto Soares

O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC) cobrou da Prefeitura do Recife, nesta terça-feira, um posicionamento sobre o terreno do antigo na Aeroclube, nas margens da Via Mangue, na Zona Sul do Recife.  A gestão municipal realizou uma licitação para contratar empresa para apresentar um projeto para área, mas até hoje isso não aconteceu. Diante da demora, o parlamentar declarou que em breve mostrará uma proposta para a região que segue abandonada.

Há alguns meses Wanderson Florêncio vem se reunindo com especialistas em parques urbanos pelo Brasil, discutindo projetos para o espaço. O deputado também debateu com arquitetos locais e outros representantes da sociedade civil antes de apresentar a proposta da sociedade pernambucana.

“Estamos no segundo semestre de 2019 e ainda não sabemos o que a Prefeitura do Recife quer para aquela região. O prazo era até março, mas não houve nenhuma sinalização, a população está sem nenhuma informação. São 21 hectares contínuos em uma área bastante valorizada e poucas cidades no mundo têm uma oportunidade dessa”, afirmou Wanderson Florêncio.

O parlamentar afirmou que a ideia inicial é a construção de um parque verde, nos moldes do Parque da Jaqueira. Uma área de convivência, onde a população possa utilizá-la para realizar atividades físicas, cuidar da saúde, um espaço de convivência para a toda a população. E que esse local seja a pedra fundamental da transformação da região.

“É a última chance de uma remodelagem urbana. Queremos uma área de convivência, no conceito do que chamamos de cidade compartilhada, um local onde as pessoas ocupem as ruas e as áreas de lazer”, declarou Wanderson Florêncio. “Apresentaremos esse projeto que é da sociedade civil e esperamos o da Prefeitura para comparar e ver qual é o melhor para o Recife”, finalizou.

COMMENTS