10º BPM deflagra Operação Tolerância Zero para cinquentinhas na Mata Sul

10º BPM deflagra Operação Tolerância Zero para cinquentinhas na Mata Sul

Terminou na última quarta-feira (11), o prazo de tolerância para aqueles que transitam com moto 50cc (cinquentinha) sem placa. Segundo o DETRAN-PE

Comunidade Católica de Barreiros convida população para encontro nesta sexta-feira (21/10) onde discutirá a Segurança Pública do município
Deputada Roberta Arraes solicita funcionamento imediato do IML – Araripe, após Governo convocar concursados
Domingo profissionais de segurança realizam ato “Vidas policiais importam”
11709939_830765733697520_670414483834051005_o

10º BPM fecha o cerco as cinquentinhas irregulares – Imagem: 10ºBPM

Terminou na última quarta-feira (11), o prazo de tolerância para aqueles que transitam com moto 50cc (cinquentinha) sem placa. Segundo o DETRAN-PE a quantidade de cinquentinhas regularizadas no estado ainda é muito baixa, apenas pouco mais de 4.000 foram regularizadas, no entanto há uma estimativa de que o Pernambuco possua cerca de 100 mil ciclomotores.

O Blog Ponto de Vista entrou em contato na manhã de hoje (13) com o Subcomandante do 10º Batalhão, Major Pires, que informou que o 10º BPM, em conjunto com o BPRV, estará realizando a partir desta sexta-feira a Operação Tolerância Zero em 18 municípios da Zona da Mata Sul. Conforme informação do Major Pires, esta operação visa coibir o tráfego de motos cinquentinhas irregulares (sem a documentação adequada e sem emplacamento), além de apreender ciclomotores que estejam sendo conduzidos por menores de idade e punir aqueles que não estejam equipados com capacetes e viseiras. A Polícia Militar irá averiguar também irregularidades em equipamentos como retrovisor, luzes de freio, farol, luzes de setas, painel (local onde ficam as informações do velocímetro e nível de combustível). Segundo o Pires, aqueles que não estiverem com todos estes itens regulares poderão ter o veículo apreendido.

Ele ainda acrescenta que esta fiscalização se estenderá há outros modelos de motos visando assim garantir uma maior segurança a população. “Cerca de 80% dos crimes cometidos na região são realizados por pessoas armadas que utilizam a moto como veículo de fuga, por isso estenderemos a fiscalização para todas as motos”, informou Major Pires.

Aos que pretendem se regularizar quanto ao emplacamento, devem entrar no site do DETRAN (www.detran.pe.gov.br) e agendar uma data para a regularização do veículo.

Escrito por Wellington Ribeiro

Exceções: Só há dois casos em que as cinquentinhas não serão apreendidas: Quando o condutor deu entrada no registro de Base Índice Nacional (BID), realizado por meio da concessionária que vendeu o veículo, e o cadastro não apareceu no sistema do DETRAN; e o proprietário ainda não está de posse da certidão negativa dada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos, apenas com o comprovante da vistoria realizada.

A multa para quem for pego com a cinquentinha sem placa e não estiver enquadrado em uma das duas exceções, receberá uma multa no valor de R$ 191,54 e ainda assumirá os custos da apreensão do veículo (R$ 76,78 do reboque e diária de 12,79 do pátio do DETRAN). (Diário de Pernambuco)

 

COMMENTS