Álvaro Porto comemora adesão de Garanhuns e Detran-PE ao sistema que permite pagar multa de trânsito com 40% de desconto

Saiba mais informações clicando no link

Lessa inaugura comitê neste sábado (03)
Alessandra Vieira defende na Alepe reforço na distribuição de vacinas para Agreste de Pernambuco
Zé Queiroz apresenta pleitos para Caruaru

O deputado estadual Álvaro Porto (PTB) comemorou a adesão da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes de Garanhuns (AMSTT) ao Sistema Nacional de Notificação Eletrônica (SNE). Anunciada recentemente, a adesão é pleito antigo do parlamentar.
Ainda em fevereiro de 2019 Porto apresentou indicações na Assembleia Legislativa com apelo para que a Autarquia de Transporte Urbano do Recife (CTTU), o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), além da AMSTT, aderissem ao SNE, permitindo que proprietários de veículos pernambucanos efetuassem o pagamento de eventuais multas com desconto de 40%. Hoje o Detran-PE e a CTTU (Recife) já estão associados ao SNE.
Nas indicações de dois anos e meio atrás, o deputado endossou o caráter de solução tecnológica do SNE, serviço lançado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) com o objetivo de facilitar a comunicação de infrações de trânsito entre órgãos autuadores e motoristas. E enfatizou que desconto imediato era possível nas situações em que há o reconhecimento do cometimento da infração, sem interposição de recurso pelo cidadão.
Na justificativa dos pleitos encaminhados à Mesa Diretora Porto destacou ainda que, ao baixar o aplicativo, o proprietário do veículo passaria a ser informado eletronicamente sobre infrações cometidas, sendo possível pagar as multas com até 40% de desconto. Para isso, observou, o condutor deveria preencher o cadastro com os seus dados e os do veículo.
O deputado frisou ainda que, embora o SNE estivesse funcionando desde o ano de 2016, até então os motoristas autuados pelo Detran-PE, CTTU e AMSTT não podiam pagar multa com o desconto, uma vez que o convênio com o Denatran não está ativo. Tal realidade, alertou o deputado, prejudicava os condutores que cometiam infrações de trânsito e desejam quitá-las com o benefício.
Na justificativa o deputado afirmou também que o seu pleito atendia solicitação da população pernambucana que sempre sofreu com a grande quantidade de multas de trânsito, muitas delas aplicadas injustamente e com finalidade meramente arrecadatória.
Na época, os apelos foram encaminhados ao governador Paulo Câmara, ao então secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Estado de Pernambuco, Marcelo Bruto, ao presidente do Detran-PE, Roberto Carlos Moreira Fonteles, ao então prefeito do Recife, Geraldo Julio, e à ex-presidente da CTTU, Tarciana Ferreira. Em Garanhuns, os apelos foram enviados ao ex-prefeito Izaías Régis e então presidente da AMSTT, Elielson Pereira.

COMMENTS