Armando participa de live sobre reforma tributária promovida pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE-PE)

Saiba mais informações clicando no link

Prefeitura do Ipojuca e Movimento Brasil Competitivo assinam contrato
Armando visita Catende e Palmares nesta quinta-feira (13)
Armando Monteiro ainda sem vice definido


O ex-senador Armando Monteiro (PSDB) participa nesta quarta-feira (14), a partir das 18h30, de uma live promovida pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE-PE), com o tema “Reforma Tributária – em que momento estamos?”.

Conselheiro Emérito da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando tem sido uma voz importante do setor produtivo no debate sobre a reforma tributária, sendo inclusive coordenador do Grupo de Trabalho sobre o tema no Fórum Nacional da Indústria.

Defensor de uma reforma tributária ampla, ele já alertou, por exemplo, ser um erro o fatiamento da proposta com a aprovação apenas da unificação dos tributos federais (PIS-Cofins), como quer o Governo Federal (PL 3887/2020). “É preciso garantir algo de maior alcance, verdadeiramente orgânico e integrado, mesmo que de forma faseada. Esse movimento isolado, partido, inviabiliza uma reforma ampla e representa, sim, um risco concreto de aumento de carga tributária”, afirma Armando.

Sobra as alterações no imposto de renda, Armando diz ver com apreensão o envio de forma apressada ao Congresso Nacional de uma proposta que não foi precedida de mais esclarecimentos. “Por seu impacto e complexidade, esta é uma proposta que deveria ter uma discussão em uma Comissão Especial e uma ampla audiência de setores da sociedade”, observa.

A live promovida pelo LIDE-PE também contará com a presença do economista e diretor do Centro de Cidadania Fiscal, Bernard Appy, do secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, do presidente do Movimento Pró-Pernambuco, Avelar Loureiro, do advogado e sócio da Severien Andrade Advogados, Fernando Andrade, e do economista Luiz Maia. A live será conduzida pelo economista Écio Costa, do Comitê de Desburocratização LIDE-PE.

COMMENTS