Audiência Pública reuniu representantes dos Poderes Legislativo e Executivo para debater a execução de obras no período noturno no Recife

Saiba mais informações clicando no link

Vereador Hélio Guabiraba entra para a briga pela primeira-secretaria da Câmara Municipal do Recife
Olinda terá candidatura coletiva cultural para vereador
População em situação de rua é tema de reunião da Comissão de Direitos Humanos na Câmara do Recife


A Comissão de Acessibilidade e Mobilidade Urbana da Câmara Municipal do Recife (CAMU), presidida pelo vereador Fabiano Ferraz (Avante) realizou uma audiência pública na manhã desta quarta-feira (08) para debater o Projeto de Lei 220/2021, de autoria de Marco Aurélio Filho. A matéria trata sobre a execução de obras gerais nas vias e avenidas do Recife durante o período noturno. Representantes da CTTU, Emlurb, URB, Secretaria de Saneamento e Compesa participaram da reunião e explicaram a atuação de cada órgão no momento de realizar intervenções.

O vereador Marco Aurélio Filho iniciou o debate explicando sobre o seu projeto. “Dei entrada nesse Projeto de Lei porque fiquei preso 40 minutos no trânsito por estarem pintando o meio fio de uma rua. O projeto determina que as obras aconteçam no período noturno e penso ser importante para facilitar a vida do recifense. É imprescindível esse diálogo dos Poderes Legislativo e Executivo para encontrarmos as melhores soluções”, explicou o autor da PLO.

Presidente da CAMU e relator da matéria, Fabiano Ferraz explicou sobre a necessidade de haver comunicação entre os órgãos para que as obras executadas nas ruas do Recife interfiram minimamente no dia a dia da população. “Esta é uma matéria muito importante, pois busca diminuir os transtornos que serviços estruturais podem causar na vida do recifense. O mais importante é que os órgãos municipais trabalhem em conjunto. Por exemplo, se a Emlurb vai realizar uma obra, é imprescindível que avise com antecedência à CTTU, para que haja a interdição da via e todos os cuidados para manter a mobilidade da cidade”.

Após a realização da audiência, Ferraz irá preparar o parecer da sua relatoria e durante a reunião antecipou que proporá emendas na matéria que aperfeiçoem o Projeto de Lei 220/2021. “Entre as emendas que serão propostas, iremos acrescentar um dispositivo que determine a sinalização luminosa e prévia das obras que irão ser realizadas nas ruas do Recife. Acredito que com isso colaboramos para que menos acidentes aconteçam na capital pernambucana. Nosso parecer será apresentado no próximo dia 17 deste mês na reunião da Comissão de Acessibilidade e Mobilidade Urbana”, finalizou.

Estiveram presentes na Audiência Pública os vereadores José Neto, Dilson Batista, Doduel Varela, Romerinho Jatobá, Samuel Salazar, Alcides Cardoso, além de Daniel Saboya, Secretário Executivo de Infraestrutura; Sérgio Matos, Diretor de Manutenção Urbana da Emlurb; José Almir Ramos, Engenheiro de Fiscalização da URB; Eliana Francisca Viana, Secretária Executiva da Secretaria de Saneamento do Recife; Nilton Prazeres, Gerente Geral de Operações e Fiscalização da CTTU; e Nyadja Menezes, Diretora Região Metropolitana da COMPESA.

COMMENTS