Câmara de Sanharó rejeita contas de 2015 e deixa Ex-Prefeito Fernando Edier inelegível

Saiba mais informações clicando no link

Silvio Costa Filho lamenta morte do conselheiro João Campos
Paulo Câmara se reúne com presidentes dos poderes para avaliar cenário da pandemia em Pernambuco
Prefeito Joãozinho Tenório tem mais uma conta aprovada pelo TCE-PE

A Câmara de Vereadores de Sanharó rejeitou na manhã de hoje (17) a prestação de contas do ex-prefeito do município, Fernando Edier, no exercício de 2015. O Ex-Prefeito, mesmo se utilizando do apoio do atual prefeito César Freitas e o do Presidente da Câmara Rodrigo Didier, não conseguiu os 2/3 dos membros necessários para mudar o entendimento do TCE.

O parecer do TCE aponta diversas irregularidades, alem de impor diversas recomendações ao ex-chefe do executivo municipal. Agora o ex-prefeito está inelegível e impedido de assumir qualquer cargo público pelos próximos 8 (oito) anos.


Seguiram o parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado (TCE) pela rejeição das contas do ex-prefeito, os vereadores Dido de Mulungu, Rannya Freitas, Luciano Fernandes, e Fernando de Beta, sendo firmes e justos nos seus posicionamentos argumentando que “não é possível votar contrário as irregularidades insanáveis apontadas pelo TCE, bem como acatar a conduta do ex-gestor e demais agentes públicos a respeito do descumprimento às leis, pois afinal, a instituição pública é o lugar da regra, da norma e do preceito, sem o qual não é possível ter democracia nem direitos”.

Contra o parecer do TCE votaram os legisladores Ary Sérgio, Rodrigo Didier, Dezo, Irã, Ronaldo Latão, Guto do Salgado, e Kleiton de Linda, sem qualquer fundamentação legal, deixando a entender que seus votos foram por interesses próprios e pessoais, em desrespeito aos seus eleitores.

COMMENTS