Coluna Política em Dia (06/04) – Pernambucanos ainda esperam espaço no Governo Federal

Coluna Política em Dia (06/04) – Pernambucanos ainda esperam espaço no Governo Federal

Confira esta e outras informações dos bastidores da política pernambucana clicando no link

RADAR POLÍTICO (12/05) – PSB contempla aliados de olho em 2022
BUENOS AIRES – Henrique Queiroz Filho reforça apoio à reeleição do prefeito Fabinho Gomes em Convenção
Coluna do Blog desta segunda-feira (08) – Blog Ponto de Vista

No início do Governo Bolsonaro, a equipe ministerial foi montada e iniciou um ritmo de trabalho que atualmente se empenha na aprovação da Reforma da Previdência. Apesar de o presidente do PSL ser um pernambucano, nenhum conterrâneo foi acomodado no primeiro escalão ministerial, mas as atenções continuam voltadas para a composição do governo. 

Em busca de passar a Reforma pelo Congresso, as maiores cobranças envolvem a possibilidade de indicar cargos no segundo e terceiro escalões, embora haja conversas nas quais alguns deputados estejam buscando se projetar nos radares palacianos. Devido às rixas internas e desencontros entre membros da gestão, congressistas avaliam que, com certos ministros de pastas importantes caindo, haveria a chance de que algum pernambucano ascendessem ao cargo. É o caso, por exemplo, do Ministério da Educação, espaço imenso no governo federal. Desde o segundo turno presidencial de 2018, aliados e apoiadores do ex-deputado Mendonça Filho (DEM) comentam sobre seu retorno à Esplanada e, embora suas possibilidades sejam muito reduzidas, dado que participou da desgastada Gestão Temer, este fato político serviria como forte influente na composição dos palanques municipais de 2020. 

Segundo o ex-governador Joaquim Francisco(PSDB), “O político sem mandato cresce até capim na porta dele”. Em termos de força política, é incomparável a situação de alguém sem mandato, com mandato e ocupando o cargo de ministro, tendo autonomia para imprimir sua marca. 

É válido salientar que, se não tiveram sorte para ocupar a Esplanada dos Ministérios, o mesmo não pode ser dito dos pernambucanos com relação às lideranças partidárias. Daniel Coelho (PPS), André Ferreira (PSC), Augusto Coutinho (SD) e Silvio Costa Filho (PRB) devem exercer as funções de encabeçar articulações dos seus respectivos partidos na Câmara. Além deles, alguns emplacaram também vice-lideranças, como Marília Arraes (PT) e Fernando Rodolfo (PR).

De acordo com uma fonte em reserva, mesmo sem terem feito campanha explícita para o presidente Bolsonaro(PSL), ao menos dois deputados federais pernambucanos estariam “imitando crianças da quinta série”, em referência ao fato de tentarem a todo custo chamar a atenção do Chefe do Executivo na busca por cargos na estrutura do Governo Federal.

Representando – O ex-oficial da Polícia Militar de Pernambuco, Oswaldo Matos, encontrou-se com o presidente da república para discutir ações e agendas da Secretaria Nacional de Ecoturismo e Cidadania Ambiental, pasta que ocupa atualmente. Oswaldo é muito conhecido pela sua postura dinâmica e representa muito bem Pernambuco junto ao governo federal, desempenhando importantes atividades na secretaria.

Visita – Em passagem pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, o prefeito de Igarassu, Mário Ricardo (PTB), marcou presença também no gabinete do deputado Guilherme Uchôa Júnior (PSC). O interessante é que Mário já está no segundo mandato e ainda não formou um sucessor.  Seria o princípio de uma aliança?

Destaque – O líder Anderson Coutinho tem se destacado muito em São Lourenço da Mata. Ele já era um representante da juventude na cidade e, agora, abraçou a causa das famílias afetadas com o risco de rompimento da adutora da Compesa que passa na cidade. Anderson é promessa para retornar à Câmara de Vereadores da cidade. 

Briga antiga – As rusgas entre o clã dos Coutinho de Água Preta e os Magalhães de Xexéu vêm desde o início do ano passado. Antes aliados, o ex-deputado João Fernando Coutinho(PROS) até costumava dobrar com Clodoaldo Magalhães(PSB). Esta semana, ganhou destaque a nota do vice-prefeito de Xexéu, Noé Magalhães, em que ele partia para o confronto com antigas lideranças de Água Preta e se colocava como pré-candidato a prefeito.

Novidade – Em Araçoiaba, o vice-prefeito Dr Fernando deve ser candidato à sucessão do prefeito Joamy Alves (PDT). Fernando Augusto assumiu o comando do PP na cidade e posou para fotos ao lado do deputado federal Eduardo da Fonte, líder da legenda no estado. O movimento é mais uma parte da ofensiva do PP nas eleições municipais. Em Araçoiaba, Fernando deve enfrentar o ex-prefeito Jogli Uchôa (DEM). 

Circulando – Um dos deputados que mais tem gastado sola de sapato é Fernando Monteiro(PP). Presente em todas as mesorregiões de Pernambuco desde a posse, o deputado federal tem diversas agendas todos os dias em que retorna de Brasília e mantém uma perspectiva de muita proximidade com as suas bases. 

Denúncia – O deputado estadual João Paulo Costa(AVANTE), denunciou esta semana que o estado deve mais de 1,2 bilhões a fornecedores e este fato estaria gerando preocupação entre diversos parlamentares, inclusive os da base governista. Os deputados temem que serviços sejam paralisados ou cancelados.

Escrito por Marcelo Velez

COMMENTS