conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

PERNAMBUCO

Comissão de Segurança Pública convoca audiência para tratar da crise no Estado

A crise da segurança pública em Pernambuco está se agravando a cada dia, e o estado tem se destacado negativamente no cenário nacional. De acordo com dados divulgados pelo Monitor da Violência, Pernambuco registrou a segunda maior taxa de assassinatos por 100 mil habitantes em todo o país, com o maior índice concentrado na região nordeste. Diante desse cenário alarmante, a deputada Delegada Gleide Ângelo, membro titular da Comissão de Segurança Pública e Defesa Social da Assembleia, convocou uma audiência pública para debater e buscar soluções efetivas para a conjuntura. O encontro acontecerá no próximo dia 03, a partir das 9h, no auditório Sérgio Guerra da Casa Legislativa.

Representantes do executivo, incluindo membros das Secretarias de Defesa Social, Administração e Ressocialização, bem como organizações como o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (ADEPPE), Associação dos Peritos Papiloscopistas Policiais Civis do Estado de Pernambuco (ASPPAPE), União dos Escrivães de Polícia Civil de Pernambuco, Associação de Cabos e Soldados (ACS) e Associação de Polícia Científica do Estado de Pernambuco, juntamente com a sociedade civil organizada, representada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e Instituto Sou da Paz, estarão presentes no evento.

“A criminalidade está sem freios aqui em Pernambuco. A bandidagem matou um bebê de nove meses, em Itamaracá. A bandidagem matou uma criança de 10 anos e deixou outra que, com apenas sete anos, está com risco de ficar paraplégica. A bandidagem atirou em outra criança de três anos. É isso que a criminalidade está fazendo em nosso estado e, se você não tiver investigação, como é que vai prender?”, destacou a parlamentar fazendo alusão aos crimes violentos ocorridos em Itamaracá, onde crianças foram vítimas intencionais das disputas por pontos de tráfico de drogas na área.

“Já estive inúmeras vezes na tribuna para dizer que é preciso investimento nas forças policiais. Houve as provas do concurso das polícias e o executivo anunciou um aumento do número de vagas a serem chamadas. Mas é preciso dizer que ainda é pouco, afinal, já estava aprovado na Secretaria de Administração desde o ano passado 1.200 novas vagas. Temos que olhar para a Polícia Penal e saber quando serão nomeados os 864 aprovados que já concluíram o curso de formação, já que fiz uma emenda de 80 milhões na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2024, relocando valores para a nomeação de todos os aprovados”, continuou.

Ainda será avaliada e discutida a falta de planejamento e efetividade do programa Juntos Pela Segurança, que desde o seu o lançamento, ainda não apresentou resultados convincentes na redução da criminalidade. “Vamos chamar as pessoas que entendem de segurança e fazer essa audiência pública. Que a gente traga pessoas especializadas. Não faço esse apelo como oposição (política), porque não existe oposição ao povo de Pernambuco”, concluiu.

 

Leticia Lima

Jornalista diplomada pela Uninassau

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pleno Consultoria Humanizar
Banner Santa Cruz do Capibaribe

Você também pode gostar

OPORTUNIDADE

O prefeito Mano Medeiros anunciou hoje (26), um concurso público para diversos cargos públicos no Jaboatão dos Guararapes, oferecendo um total de 1.582 vagas....

Recife

Aumentou o número de opções entre os auxiliares do prefeito João Campos que entraram no radar como alternativas para ser seu companheiro de chapa...

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

ALERTA

A Sensatus Pesquisa e Consultoria Ltda divulgará na próxima quinta-feira (7) uma pesquisa realizada sobre o pleito em Carpina para a prefeitura da cidade....

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.