Delegada Patrícia entra com ação judicial para obrigar a Prefeitura do Recife a divulgar a lista dos vacinados

Saiba mais informações clicando no link

Vacinação contra Covid-19 em Pernambuco é reforçada com mais 102 mil doses
Anvisa aprova uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca no Brasil
Pernambuco recebe mais 177 mil doses da vacina contra o COVID 19. Governo vai ampliar imunização de pessoas acima de 65 anos em todo o Estado

Delegada Patrícia Domingos

A Delegada Patrícia e o Presidente da ONG Fiscaliza Brasil, Thiago Lira, deram entrada, no sábado, em um Mandado de Segurança pra determinar que a Prefeitura do Recife seja obrigada a fornecer listagem das pessoas já vacinadas e comprovação de que estas faziam parte do grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização. A Delegada e Thiago também solicitaram na ação informações acerca da logística de distribuição do imunizante CORONAVAC.

A ação judicial visa dar transparência ao processo de vacinação, já que em Pernambuco foram noticiados diversos casos de suspeitas de pessoas “furando a fila” da vacinação, além da reserva de vacinas pra indígenas, moradores de terras indígenas, no Recife, onde, segundo a FUNDAJ, não existe nenhuma área considerada terra indígena.

A Delegada disse estar de olho e fiscalizando todos atos da nova gestão da Prefeitura do Recife, para evitar que fatos graves, como a compra de respiradores testados apenas em porcos, se repita. “A população da nossa cidade deve ser tratada com responsabilidade e respeito. Nós vamos manter nosso trabalho de fiscalização para impedir que o povo pague a conta do mau uso da máquina pública”.

COMMENTS