conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

JABOATÃO

“É preciso ter responsabilidade”, diz Elias Gomes sobre gestão Mano Medeiros

Após a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes ter divulgado, na tarde dessa terça-feira (7), uma nota em que tentou refutar os dados apresentados pelo ex-prefeito Elias Gomes (PT) com relação à falta de investimentos no setor de prevenção a desastres naturais, principalmente com relação a não execução de obras de contenção de encostas no bairro de Cavaleiro, como foi noticiado pelo blog, o ex-gestor ressaltou que a atual administração foi diretamente responsabilizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por não ter executado as medidas previstas para o setor de Defesa Civil em um convênio firmado com a União, no valor de mais de R$ 50 milhões.

Ao lembrar da tragédia ocorrida em 2021 na localidade Jardim Monte Verde, quando mais de 130 pessoas perderam a vida, tendo outras milhares de famílias ficado desabrigadas após o deslizamento de barreiras, Elias observa que a atual gestão tenta “jogar com as palavras” por meio de uma “nota precária e que atesta o oportunismo de um setor de comunicação ineficiente”.

“Estamos assistindo, mais uma vez, a tentativa do governo atual de se esquivar de suas responsabilidades. Entregamos a gestão no final de 2016 com as obras de encostas – frutos desse convênio – iniciadas e com projeto e recursos garantidos para serem continuadas. Ocorre que o prefeito à época, Anderson Ferreira, principal aliado do atual, Mano Medeiros, ignorou esse convênio, como também todas as obras que deixamos em andamento. E o resultado foi essa tragédia”, detalhou Elias.

Segundo o parecer do Tribunal de Contas da União, em 2018, a gestão de Anderson Ferreira, que contava com Mano Medeiros como secretário de Infraestrutura, tinha executado um total de apenas 25% das obras do convênio. Além disso, o relatório também aponta que o processo licitatório das empresas se encerrou em dezembro de 2022.

“O próprio Tribunal de Contas da União deixa claro que a morosidade dessa atual gestão foi a culpada pela não execução do convênio. Fizemos a nossa parte. Elaboramos projetos e garantimos recursos por entendermos ser fundamental executar essas obras, mas, infelizmente, a falta de competência dessa gestão fez a cidade perder investimentos e, principalmente, não poder contar com uma obra que poderia ter evitado de perdermos irmãos e irmãs numa das maiores tragédias da história de nossa cidade”, lamentou.

“É preciso ter responsabilidade, assumir os erros e, acima de tudo, buscar soluções. Mas ao contrário disso, a gestão Mano Medeiros/Ferreira prefere criar dados, ignorar pareceres técnicos de órgãos de controle e continuar ludibriando a população com falácias, contratando empresas sem orçamento e se mantendo sem ação diante de tantos problemas”, concluiu Elias Gomes.

Leticia Lima

Jornalista diplomada pela Uninassau

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banner Santa Cruz do Capibaribe

Você também pode gostar

OPORTUNIDADE

O prefeito Mano Medeiros anunciou hoje (26), um concurso público para diversos cargos públicos no Jaboatão dos Guararapes, oferecendo um total de 1.582 vagas....

ELEIÇÕES 2024

O Blog Ponto de Vista, em parceria com o Instituto França de Pesquisas (IFP), divulgará neste domingo pesquisa sobre a corrida eleitoral em Caruaru....

Recife

Aumentou o número de opções entre os auxiliares do prefeito João Campos que entraram no radar como alternativas para ser seu companheiro de chapa...

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.