Eduardo da Fonte propõe retirada das classes D e E da reforma da Previdência

Parlamentar tem se destacado no Congresso em defesa da justiça social

Humorista Abdias Melo assume Presidência LGBT do Progressistas
Deputados Cleiton Collins e Eduardo da Fonte levam demanda das casas de recuperação para o MPPE
Eduardo da Fonte solicita construção de ciclovia para beneficiar trabalhadores de Ipojuca

O deputado federal Eduardo da Fonte apresentou à Comissão Especial da reforma da Previdência, na Câmara dos Deputados, alterações ao texto proposto pelo governo.  

Entre as modificações à matéria, está a retirada das classes D e E (cuja renda mensal é até três salários mínimos) da reforma da Previdência.

“Os trabalhadores contemplados com esta emenda são os mais sofridos e fustigados, que chegam à exaustão corporal e ao envelhecimento mais cedo do que outras categorias de trabalhadores.

A remuneração recebida por eles é baixa o suficiente para que o impacto de suas aposentadorias seja baixo ao governo. Não podemos admitir que trabalhadores que ganhem pouco e trabalhem à exaustão sejam penalizados com a reforma da previdência. Como é que um gari ou um cortador de cana, por exemplo, podem se aposentar com 65 anos?”, questionou  Eduardo da Fonte. 

As emendas ao texto original serão analisadas pelo relator da comissão na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que apresentará o relatório final da reforma no mês de junho.

COMMENTS