Erick Lessa se reúne com o secretário Antonio de Pádua

Saiba mais informações clicando no link

Paulo Câmara inaugura sede do 26º Batalhão de Polícia Militar em Itapissuma
Prefeito Pel Lages se reúne com secretário de Defesa Social do Estado
Vereador Hélio Guabiraba pede à SDS que investigue plano de execução contra sua vida


Nesta quarta-feira (26), o deputado estadual Delegado Erick Lessa se reuniu com o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua. Entre outros assuntos relacionados à segurança pública na região, eles debateram sobre o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru, que está precisando de manutenção e investimentos. O deputado entregou ao titular da pasta um dossiê com as principais demandas do órgão. De acordo com Lessa, o secretário se mostrou preocupado com a situação.

O documento registra que a geladeira está com falhas na refrigeração, podendo acelerar a decomposição dos corpos, que têm de ser encaminhados ao Recife. Outro problema é referente ao veículo de remoção de corpos, conhecido popularmente como ‘rabecão’, que está precisando de reparos, mas a autorização para os serviços serem executados ainda não foi emitida. Também constatou-se que deve ser realizada manutenção nas salas para perícia e exame sexológico (para verificar indícios de abuso). Ainda faltam equipamentos para digitalização de documentos, entre outros materiais de escritório.

Na semana passada, o deputado Erick Lessa visitou o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru, para verificar detalhadamente os problemas no lugar. Lessa foi recebido pelo gestor do IML, Gilberto Vilaça, e pelo assistente, Francinaldo Pereira. “O IML realiza um importante trabalho de exames de necropsia, contribuindo com a conclusão de inquéritos policiais. É preciso oferecer condições para os servidores trabalharem com eficiência, garantindo uma melhor prestação de serviços à população”, pontuou o deputado, que é especialista em Segurança Pública.

MAIS SEGURANÇA
Ainda durante a reunião, o secretário informou que houve redução nos índices de violência em Caruaru e no Agreste e adiantou que as matrículas do curso de formação dos policiais já têm data para início – 2 de junho.

COMMENTS