conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

Recife

Fórum internacional organizado no Recife fomenta discussões sobre igualdade de gênero e uma cidade mais igualitária

Veja mais informações no link

Foto: Edson Holanda/Prefeitura do Recife

por Letícia Lima

A Prefeitura do Recife está promovendo o Fórum Internacional “Recife: Cidade Não Sexista – Diálogos Globais para a Construção de uma Cidade Mais Igualitária” como parte de seu compromisso em transformar a capital pernambucana em uma cidade não-sexista até 2037. O evento teve sua abertura na tarde de segunda-feira (16), com a presença do prefeito João Campos, no Teatro Luiz Mendonça, localizado no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. O segundo e último dia do fórum ocorrerá nesta terça-feira (17), com os painéis começando às 9h.

O prefeito João Campos destacou a importância de incluir a discussão sobre a formação de uma cidade não-sexista, construída com base no respeito, equidade e inclusão, na agenda urbana.

“É muito importante a gente trazer para o debate das cidades a formação de uma cidade não-sexista – uma cidade que seja construída pensando no respeito, na equidade e na inclusão. Para que a gente possa ter a pauta de gênero como uma pauta central na construção de uma cidade mais justa. A maioria da nossa população é feminina, então que a gente possa trazer isso para o debate da construção da cidade”, declarou João Campos durante a abertura.

“Temas que são transversais, como a construção de espaços públicos, políticas educacionais, políticas de saúde, podem e devem ter um olhar especial, atento e cuidadoso para corrigir distorções históricas. Quando a gente discute esses temas, a gente materializa as ideias em ações práticas para a cidade poder efetivar no dia a dia”, acrescentou ele.

A principal meta do Fórum Internacional é ressaltar o pioneirismo do Recife nesse debate essencial para a sociedade, demonstrando também que a administração municipal já está implementando ações para transformar o Recife em uma cidade não-sexista. Durante a abertura, o prefeito João Campos e a vice-prefeita Isabella de Roldão assinaram uma carta-compromisso com diretrizes que guiarão os cidadãos nessa jornada, por meio do Plano Recife 500 Anos.

Para a vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão, o fórum planta a semente de uma futura cidade não-sexista. “É preciso construir uma sociedade que caiba todas e todos com as suas potencialidades. Para que as meninas que já nasceram e as que ainda vão nascer encontrem uma cidade onde elas possam ser respeitadas e possam sair sem temer. Hoje a gente planta uma semente, dá início à fundação de uma cidade não-sexista. Isso vai persistir, continuar e ninguém vai ter coragem de desfazer”, afirmou ela.

Cristina Buarque, a primeira secretária da Mulher de Pernambuco, ressaltou que uma cidade não-sexista é também uma cidade que não discrimina com base em cor, idade, religião e outros aspectos. Ela expressou sua honra em fazer parte desse momento e destacou a necessidade de construir um Recife que promova a igualdade e a diversidade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Destaque

O município de Serra Talhada foi classificado como uma das 10 cidades mais competitivas do Nordeste, segundo avaliação do Centro de Liderança Pública (CLP),...

FESTA DO MOMO

Já escutamos os sinais do Carnaval! A Prefeitura do Recife anunciou diversos serviços e novidades para o Carnaval 2024. Em coletiva realizada na manhã...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.