conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

ENTREGA

João Campos inaugura mais um Compaz

João Campos Prefeitura do Recife Compaz Paulo Freire Bairro do Ibura A mais nova fábrica de cidadania da cidade, localizada no bairro do Ibura, traz inovações em serviços e infraestrutura, e é a quinta da Rede Compaz, que foi reconhecida pela ONU pela excelência no serviço público

A Prefeitura do Recife inaugurou, neste sábado (2), a quinta fábrica de cidadania da cidade. Batizado com o nome de um dos brasileiros mais importantes do mundo, o Centro Comunitário da Paz (Compaz) Paulo Freire está instalado no bairro do Ibura, na UR-01, e chega trazendo arte, educação, esportes, lazer, serviços e oportunidades para a comunidade local. Em fevereiro, a Rede Compaz foi reconhecida com o Prêmio de Serviço Público das Nações Unidas, destacando-se como iniciativa exemplar que melhor contempla os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e excelência no serviço público. Na cerimônia de inauguração do novo equipamento, estiveram presentes o ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida; o presidente da Caixa Econômica Federal, Carlos Vieira; o secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Felipe Sampaio; Maria de Fátima Freire, filha do educador Paulo Freire, entre outros.

Esse é um equipamento premiado mundialmente pela ONU e chegamos à quinta unidade aqui, que é uma estrutura que não é o prédio em si, não é a construção, é ao que ela está se promovendo e destinada. Atender aos serviços públicos e não se conformar apenas com o essencial, é ir além“, destacou o prefeito João Campos. “Equipamento de qualidade na área de formação técnica, de assistência e cuidados da primeira infância, biblioteca de primeira, psicólogo, área para cultura, práticas esportivas. É o que há de melhor em qualidade aqui na periferia.

Com as obras, coordenadas pelo Gabinete de Projetos Especiais (GABPE), em um investimento de R$ 10,8 milhões, a expectativa é que o Compaz Paulo Freire atenda, mensalmente, cerca de 20 mil pessoas moradoras dos bairros do Ibura, Jordão, Cohab e Barro (RPAs 5 e 6). Em seus mais de 3 mil m² de área construída, o equipamento traz inovações, respondendo às demandas da população local, que participou ativamente da concepção do projeto. Entre elas, está a instalação de um Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), de um laboratório da Primeira Infância e de dois espaços de convivência amplos (terraço e varanda), que facilitarão os encontros e as atividades coletivas. Parte do investimento no equipamento contou com apoio da Caixa Econômica Federal e emenda parlamentar do secretário-executivo do Ministério da Previdência Social e ex-deputado federal, Wolney Queiroz.

Isso é um equipamento maravilhoso. Agora os meus netos, em vez de estarem o tempo todo em telas, grudados, terão uma ocupação prática aqui dentro. Tem tudo para ser maravilhoso. Em vez de a gente precisar ir para longe, aqui a gente já vai resolver tudo, com tudo de graça e atendimento muito bom“, comemorou Verônica da Fonseca, 61 anos. “Estávamos precisando de algo assim no Ibura. É nota dez“.

Após visita a diversos espaços do equipamento, Sílvio Almeida, ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, reiterou a inspiração que o Governo Federal tem no projeto. “Tudo isso aqui é um exemplo. O Compaz já serve como exemplo para a política nacional à medida que o novo PAC traz a previsão de construção de um programa diretamente inspirado nessa iniciativa da Prefeitura do Recife. E outra coisa, fico muito feliz do nome desse Compaz ser Paulo Freire. Isso mostra que o nosso país está retomando a sua vocação para a solidariedade e resgatando o nome de um homem que é fundamental para a história do Brasil, um farol ético, e que foi tão vilipendiado nos últimos anos pelo extremismo e pelo ódio. Estar num lugar com equipamento tão maravilhoso, de vida comunitária, com esse nome, serve de inspiração para a vida nacional, para as políticas que faço no ministério, para as políticas do presidente Lula”.

A homenagem ao educador e filósofo Paulo Freire não poderia ser mais oportuna – referência internacional em educação cidadã, defendia que “a educação, enquanto formação humana, é um esforço indiscutivelmente ético e estético (…) aprender é uma experiência de quem cria. A prática da aprendizagem precisa acontecer em um clima de boniteza”.

O caçula da Rede Compaz contará ainda com serviços prioritários de atendimento básico, como Procon, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Central de CadÚnico, Junta Militar e Atendimento à Mulher. Além disso, o equipamento vai proporcionar projetos para fortalecer o aspecto social e também pedagógico, voltados para a cidadania e construção de uma cultura de paz e não violência, através de salas de estudos no contraturno escolar, Unidades de Tecnologia na Educação e Cidadania (UTEC), bebeteca (espaço de apoio ao desenvolvimento especialmente voltado para bebês), atividades esportivas e culturais, danças, artes e multidisciplinares, auditório e mirante.

O Compaz busca o melhor, leva excelência em serviços e amplia oportunidades para os mais pobres, caminhando rumo à paz social na cidade“, destaca o secretário de Segurança Cidadã do Recife, Murilo Cavalcanti.

Ansiosa pelo funcionamento, Janeide Teixeira, 60 anos, já está montando programação junto com a neta. “Agora que começou pra valer, estou esperando só coisas boas. Tem muitas coisas que terão aqui que não podemos pagar, e será tudo de graça. Minha neta mesmo, vai poder fazer informática, balé. Não vai ficar mais ociosa em casa. Estou muito feliz, já mandei foto para todo mundo. Até uma feira de ciência com o tema Compaz a minha neta fez. É só felicidade!“.

ARTE URBANA – Na subida da Rua Ladeira da Cohab, uma explosão de cores transformou os muros de contenção e as calçadas, criando um caminho lúdico que segue o mesmo padrão geométrico do mosaico na fachada principal do Compaz Professor Paulo Freire. Os artistas Caio Neiva, Dinha Ribeiro, Dino, Fany Lima e Salamandra também deram vida a cinco murais de arte urbana através do Programa Colorindo o Recife. Cada painel conta uma história, transmitindo mensagens que resgatam a ancestralidade, celebram a cultura negra e alimentam a esperança por um futuro mais igualitário.

Além das intervenções visuais realizadas por meio da Secretaria Executiva de Inovação Urbana, um trecho do passeio também foi expandido e agora abriga canteiros com mudas, tornando a área ainda mais acolhedora. O saudoso professor e filósofo Paulo Freire, figura destacada na pedagogia crítica e reconhecido globalmente por suas contribuições à educação, também recebeu uma homenagem feita pelo artista Jr. Eu Matozo no muro em frente ao novo equipamento que leva o seu nome. Já no espaço de convivência do Compaz, o artista Almir Pedro trouxe a diversidade de gênero, raça, classe, etnia e idade, juntamente com uma variedade de atividades, como esporte, saúde, lazer e educação, que serão oferecidas pelo equipamento, proporcionando um ambiente inclusivo para a comunidade. Na parte de trás, está em andamento a ativação da Rota da Primeira Infância, que visa qualificar a acessibilidade, segurança e conforto nos espaços públicos para bebês, crianças e seus cuidadores. Os muros e as calçadas receberam pinturas lúdicas acompanhadas pela frase “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”, de Paulo Freire.

REDE COMPAZ – O Compaz (Centro Comunitário da Paz) é a principal iniciativa no campo da segurança cidadã do Recife nas últimas décadas. Trata-se de um centro de convivência com proposta político-pedagógica ancorada na cultura de paz como instrumento para prevenir a violência e propor outras sociabilidades. Tem como fundamento o urbanismo social, o qual demanda a integração das políticas públicas que atuam sobre o território e incluem planos e ações integradas em infraestrutura urbana, mobilidade urbana, serviços e equipamentos públicos sociais, além de habitação social.

Inspirado nas Bibliotecas Parques da Colômbia, o Compaz propõe uma nova forma de presença do poder público nas comunidades recifenses, reunindo atividades inspiradas em diversos equipamentos criados no país vizinho: Biblioteca Viva, Cultura Cidadã, Serviços de Interesse Social, Cursos de Capacitação, Atividades Esportivas e Culturais, entre outros.

A experiência do Recife com o Compaz, além do reconhecimento da ONU, já está consolidada e servindo de referência para o restante país. O Governo Federal já anunciou a nacionalização dos Centros Comunitários da Paz. Ao todo, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que foi relançado pelo presidente Lula, vai contemplar a construção de 40 Centros Comunitários em todo o Brasil.

Wellington Ribeiro

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

OPORTUNIDADE

O prefeito Mano Medeiros anunciou hoje (26), um concurso público para diversos cargos públicos no Jaboatão dos Guararapes, oferecendo um total de 1.582 vagas....

ELEIÇÕES 2024

O Blog Ponto de Vista, em parceria com o Instituto França de Pesquisas (IFP), divulgará neste domingo pesquisa sobre a corrida eleitoral em Caruaru....

Recife

Aumentou o número de opções entre os auxiliares do prefeito João Campos que entraram no radar como alternativas para ser seu companheiro de chapa...

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.