Kaio Maniçoba é diplomado pela primeira vez como deputado estadual por Pernambuco

Saiba mais informações clicando no link

Kaio Maniçoba Floresta
O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) realizou na noite de segunda-feira (19), no Recife, a diplomação dos 49 deputados estaduais, 25 deputados federais, senadora e suplentes, governadora e vice-governadora eleitos no último pleito. Entre os diplomados, está o deputado estadual Kaio Maniçoba (PP), eleito pela primeira vez deputado estadual por Pernambuco.

Kaio Maniçoba Eduardo da Fonte

Kaio Cesar de Moura Maniçoba Novaes Ferraz é ex-deputado federal, ex-secretário de Habitação de Pernambuco entre julho de 2017 e abril de 2018, e em 2021, foi nomeado presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). “Assumo neste dia, o compromisso de lutar pelo povo pernambucano, por quem mais precisa, pela justiça e pela dignidade de nossa gente”, disse o deputado.

Kaio Maniçoba Floresta Rorró Maniçoba

O perfil inovador, estrategista e arrojado, renderam a Kaio uma imagem de gestor público comprometido e de futuro. “Kaio reúne todas as habilidades de um bom gestor e político. Tem uma trajetória importante em prol dos pernambucanos, sobretudo, na área da agricultura, setor em que é reconhecido devido a todo o trabalho já desenvolvido”, afirmou o deputado federal Eduardo da Fonte, presidente do Partido Progressistas.

Kaio Maniçoba foi um deputado federal atuante, presidiu comissões, foi líder de seu partido e participou de Frentes Parlamentares que atuaram na promoção de uma vida melhor e de mais oportunidades para os pernambucanos.

“Sou um pernambucano, sertanejo e gosto de fazer política com ação. Na vida política nós vamos aprimorando as ações e as estratégias e, com toda humildade, sei como fazer e vou fazer muito pelo nosso estado”, finalizou o deputado. E é dessa forma que vamos trabalhar na Alepe.

Informações

Conforme as informações do TRE, a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos e os suplentes com a expedição e disponibilização do diploma devidamente assinado, habilitando-os a assumir e exercer os respectivos mandatos eletivos.

COMMENTS