Lei do deputado Professor Paulo Dutra garante gratuidade para ex-estudantes da rede pública em inscrições de concursos

Saiba mais informações clicando no link

Ano letivo começa nesta quarta-feira (06) para mais de 63 mil alunos do Jaboatão dos Guararapes
Prefeito Anderson Ferreira lança TV Escola em comemoração ao aniversário do Jaboatão
Cabo de Santo Agostinho participa do Encontro Redes que Transformam 2019, promovida pela Fundação Lemann


Pessoas que terminaram o ensino médio ou técnico na rede pública agora podem realizar concursos públicos do estado de Pernambuco sem pagar inscrição. A isenção está garantida pela lei estadual 17.413/21, de autoria do deputado estadual Professor Paulo Dutra (PSB), e se aplica à seleção de candidatos ao ingresso nos cargos e empregos públicos da administração direta, autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista do estado de Pernambuco.

As regras estabelecidas pela lei determinam que, para garantir a gratuidade, o ex-estudante precisa ter concluído o ensino médio ou técnico em instituição pública de ensino, há menos de 3 (três) anos da data de publicação do edital do concurso. Como comprovação, serão aceitos certificado de conclusão do ensino técnico, do ensino médio (Ficha 19) ou histórico escolar, que comprovem a data de conclusão.

“É muito importante fomentar as oportunidades para os nossos jovens, principalmente neste momento de retomada após os transtornos causados pela pandemia. A entrada no mundo do trabalho é sempre um período delicado, onde muitas vezes se cobra experiência de quem está procurando o primeiro emprego. Garantir a esses jovens três anos de concursos públicos sem que seja necessário pagar taxas de inscrição, dará a eles a oportunidade de adentrarem no funcionalismo público imediatamente após finalizarem os ensinos médio ou técnico. Uma oportunidade a mais de mudarem suas vidas e suas realidades”, disse o autor do projeto que originou a lei, o deputado Professor Paulo Dutra.

*Isenção para o SSA*

Dutra também é autor do Projeto de Lei de número 2680/21, que pretende garantir a isenção da taxa de inscrição no Sistema Seriado de Avaliação (SSA), da Universidade de Pernambuco, para estudantes da rede pública. O PL, que já está tramitando na Assembleia Legislativa de Pernambuco, estabelece que os editais dos exames vestibulares (incluindo o SSA) das Universidades Estaduais de Pernambuco deverão prever a isenção de taxa de inscrição para o estudante de baixa renda regularmente matriculado em instituições públicas de ensino ou bolsista integral em instituições privadas de ensino. Para que se torne lei, o projeto deve ser aprovado em quatro comissões temáticas antes de ir para votação no plenário da Alepe.

COMMENTS