“O dever de casa estamos fazendo e fazendo bem feito”, afirma Janjão, prefeito de Bom Jardim

Saiba mais informações clicando no link

Em Bom Jardim, Eriberto Medeiros defende projeto de mudança liderado por Miguel Barbosa
RADAR POLÍTICO (25/01) – PSB de olho na estratégia do PP
Eduardo da Fonte Participa de Live em Bom Jardim com Janjão, Vânia e Miguel

O prefeito de Bom Jardim, professor Janjão (PL), fez um balanço dos primeiros meses da gestão, em entrevista por telefone ao âncora Alan Lucena, no programa Plantão de Notícias, da Rádio Integração FM. O gestor afirmou que encontrou o município em uma situação complicada, mas que já está organizando a máquina pública, anunciou a conclusão de obras inacabadas e parcerias que viabilizam investimentos de R$ 12 milhões, investimentos com recursos próprios, além de ações que executou.
“A gente pegou a máquina pública desestruturada, o município totalmente fragilizado pela gestão passada, mas a máquina que pegamos dilacerada, e pouco a pouco nesses seis, sete meses nós estamos corrigindo, organizando, ajustando e dando novos ares aos bonjardinenses. Esses ares que a gente já vê pelas ações, pelos serviços ofertados pela prefeitura, em uma melhor qualidade e maior quantidade, e isso tem feito a diferença no dia-a-dia do cidadão. Com muita humildade, com os pés no chão, pouco a pouco, nós estamos transformando e mudando a realidade do nosso povo”, disse.

Entre as obras inacabadas, o prefeito anunciou que vai concluir o Centro Educacional de Bizarra, a ponte da Vila Noelândia ao Centro da cidade e a creche da Encruzilhada. Esta última, terá investimento de R$ 600 mil em recursos próprios e deve ser entregue em janeiro. O professor já anunciou que o município vai investir R$ 10 milhões em obras com recursos próprios.

PARCERIAS – O prefeito salientou que esteve duas vezes em Brasília para buscar recursos e viabilizar ações, e agradeceu aos parlamentares que disponibilizaram emendas para o município. Frisou a parceria com o deputado Fernando Rodolfo, que assegurou R$ 2 milhões para saúde, R$ 2 milhões para calçamentos, R$ 2 milhões para asfalto e mais uma retroescavadeira, no valor de R$ 350 mil, e uma máquina PC, no valor de R$ 750 mil.
Professor Janjão citou as parcerias com os deputados estaduais Clodoaldo Magalhães, como “ponte com o governo do estado” e peça importante para implantação do Centro Social da Obra de Maria, na comunidade da Cohab, para qualificação de jovens, e Marco Aurélio, que destinou R$ 1,5 milhão em emenda para asfalto. As articulações em Brasília e aqui no estado somam investimentos de R$12 milhões.

MOBILIDADE – Outro tema abordado durante a entrevista que aconteceu neste sábado (07.08), foi a manutenção das estradas. De acordo com o prefeito, algumas delas estavam “abandonadas” há anos, inclusive deixando comunidades praticamente isoladas. Com 70% da população morando na zona rural, a maioria formada por pequenos proprietários rurais, a conservação das vias torna-se essencial para movimentar a economia local.

“Em fevereiro, iniciamos a operação Inverno, o maior programa já visto na história de Bom Jardim de recuperação de estradas. Desde fevereiro, só quem nos fez parar alguns dias foram as chuvas, mas em todos os outros dias, nós trabalhamos incansavelmente para manter as estradas do município”, falou. Em resposta aos ouvintes Paulo e Zé de Veião, que interagiram pela rede social da emissora, o professor Janjão afirmou que a ação, em breve, será executada nas localidades de Umari e Pau Santo. “Peço desculpas como prefeito por não ter chegado ainda nessas localidades. Peço um pouquinho de paciência, mas que a população entenda que estamos fazendo um serviço com qualidade, bem feito”, pontuou.

SOCIAL – O gestor destacou o trabalho social, afirmando que o “município está chegando mais próximo das pessoas, acolhendo e fazendo a diferença na vida delas”. O Professor Janjão disse ainda que a prefeitura vai oferecer cursos de ballet, flauta e coral, para 200 crianças e adolescentes, inseridas no cadastro único. A ideia é ampliar para mais comunidades. Para facilitar a vida do cidadão, comprou equipamentos para o RG (carteira de identidade) ser emitido no próprio município.

SAÚDE – Professor Janjão disse que “a pandemia assusta”, que o município está ampliando a vacinação, e destacou que mesmo com queda no número de casos, não se pode diminuir os cuidados. Ele destacou outros investimentos na saúde, a exemplo da contração de médicos especialistas, oferta de medicamentos, dentista no período noturno para quem trabalha, descentralização da coleta de exames. De acordo com o prefeito, o reforço na saúde básica já reflete na demanda do hospital da cidade.

“Hoje, a população não precisa vir desesperadamente ao hospital porque sabe que no posto de saúde ao lado de sua casa, encontra o médico, tem o medicamento, tem o que tem que ser: o bom atendimento. Nossa atenção básica é tão bem feita que o hospital tem uma procura mínima. O dever de casa estamos fazendo e fazendo bem feito”, avaliou. Ainda na entrevista, o prefeito, professor Janjão, falou sobre Lei que garante aumento de salário para os colegas professores, investimento de R$ 600 mil para compra de kits merenda, geração de empregos, conservação de estradas, abastecimento d’ água e ações voltadas para os produtores rurais, temas abordados na próxima reportagem.

COMMENTS