conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

PERNAMBUCO

Orçamento: votação do parecer final da LOA fica para semana que vem

Foto: Paulo Pedrosa/Alepe

A votação dos pareceres finais da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2024 e do Plano Plurianual (PPA) 2024-2027, originalmente agendada para esta quarta-feira, foi adiada para a próxima segunda-feira (4), às 10 horas. A deputada Débora Almeida, além de comunicar o adiamento, fez um pronunciamento sobre os eventos ocorridos na última reunião do colegiado.

Na ocasião, a maioria dos membros discordou do adiamento da votação dos pareceres parciais, que havia sido decidido pela presidente, e aprovaram os relatórios após ela ter declarado o encerramento da reunião.

A deputada anunciou sua decisão de considerar válidos os pareceres votados na semana passada, visando “preservar a coesão e a eficácia de nossos procedimentos”. Ela reiterou que suas decisões anteriores estavam respaldadas no Regimento Interno da Casa, destacando que não teve a oportunidade de defender suas escolhas perante a Presidência da Alepe.

Ela afirmou que, de acordo com o parágrafo 1º do Art. 302 do Regimento, a presidência da Comissão de Finanças possui competência privativa e discricionária para ajustar os prazos das etapas de tramitação das matérias orçamentárias. Ela ressaltou a importância do princípio do colegiado, mas destacou que as decisões colegiadas não devem substituir as decisões singulares que refletem o exercício de competências específicas previstas no mesmo regulamento.

Segundo a parlamentar, a decisão do presidente Álvaro Porto (PSDB) de validar a continuidade da reunião não seguiu as normas regimentais. Ela argumentou que a Presidência deveria tê-la notificado e oferecido a oportunidade de defesa. A deputada enfatizou que seu direito de defesa foi cerceado, pois não lhe foi concedida a oportunidade do contraditório, elemento fundamental no processo democrático.

Débora Almeida informou que apresentou recurso à Mesa Diretora contra a decisão de Álvaro Porto. No entanto, ela recebeu parecer da Procuradoria da Alepe opinando pelo indeferimento do recurso. O documento afirmou que a solicitação da deputada só poderia ser apreciada com a convocação de uma reunião extraordinária da Mesa Diretora, e não haveria mais tempo hábil para essa providência até a tarde da última terça-feira (28).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Destaque

O município de Serra Talhada foi classificado como uma das 10 cidades mais competitivas do Nordeste, segundo avaliação do Centro de Liderança Pública (CLP),...

FESTA DO MOMO

Já escutamos os sinais do Carnaval! A Prefeitura do Recife anunciou diversos serviços e novidades para o Carnaval 2024. Em coletiva realizada na manhã...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.