Pressionada a deixar o PP, Andreza Romero diz estar sofrendo perseguição desde que esposo anunciou saída do partido

Saiba mais informações clicando no link

Os últimos acontecimentos nos bastidores da política pernambucana colocaram a vereadora Andreza Romero no centro de uma disputa entre o seu esposo, deputado estadual Romero Albuquerque, e o deputado federal Eduardo da Fonte. Desde que Romero anunciou sua ida para o União Brasil, Andreza é quem tem sofrido retaliações e, de acordo com ela, perseguição. Em um documento, a vereadora do Recife registra que Eduardo da Fonte já teria, inclusive, pedido a sua saída do partido.

“Não tenho outra alternativa, senão registrar para os anais do Progressistas em Pernambuco que foi dito, de forma inequívoca, que eu deveria tomar o mesmo caminho, ou seja sair do partido”, diz o ofício de três páginas protocolado no diretório do PP nesta quinta-feira, 10.

De acordo com notícias que circularam antes do pleito municipal em 2020, não é a primeira vez que o presidente estadual do Progressistas desconta em Andreza a mágoa por desavenças com Romero. À época, os dois também estavam brigados e Dudu negou até onde pôde a legenda para a candidatura da vereadora.

”As candidaturas femininas devem ser priorizadas e valorizadas em todos os partidos políticos mas, em detrimento da efetiva participação das mulheres filiadas, o PP indica como prioridade as candidaturas de três homens”, Andreza protesta, fazendo menção aos pré-candidatos Fernando Monteiro e Eduardo da Fonte, que já são deputados federais, e a Lula da Fonte.  Andreza diz que, proporcionalmente, ela foi a candidata que menos recebeu recursos do partido e revela que, hoje, o PP quer a sua saída imediata da Executiva municipal do Recife e pediu todos os cargos que foram indicados por ela na Prefeitura do Recife e em outros órgãos.

No ofício, a vereadora deixa clara a intenção de concorrer à vaga na Câmara Federal e se mostra preocupada com o prazo de filiação partidária, já que não conseguiu o apoio preterido. Em uma clara resposta a Andreza (ou a Romero), o Progressistas anunciou a pré-candidatura de Michelle Collins à vaga. Nos últimos anos, Michelle perdeu mais da metade dos seus votos e Andreza foi eleita com mais que o dobro de eleitores da missionária.

COMMENTS