Procon do Cabo interdita depósito de gás que vendia botijão por R$ 125,00

Dois depósitos clandestinos de venda de gás de cozinha foram interditados pelo Procon do Cabo ontem (25/05) em Pontezinha e Ponte dos Carvalhos. O

André Ferreira conquista agência da Caixa para Ponte dos Carvalhos
População abraça pré-candidatura de Rogério Som no Cabo de Santo Agostinho
A agência municipal “Emprega Cabo” será lançada nesta quinta-feira (22)

Dois depósitos clandestinos de venda de gás de cozinha foram interditados pelo Procon do Cabo ontem (25/05) em Pontezinha e Ponte dos Carvalhos. O botijão estava sendo vendido a R$ 125,00. “Recebemos a denúncia e constatamos o fato. Nos locais, não foram encontrads os responsáveis. Os depósitos foram autuados e estão sujeitos ao pagamento de multa”, disse a gerente do Procon do Cabo, Quésia Maria da Silva.

Na quinta-feira(24/05), uma operação conjunta – Procon e Guarda Municipal do Cabo – interditou um posto de combustível na BR-101 que se negou a abastecer veículos particulares e uma ambulância do município, mesmo tendo reserva nos tanques, segundo foi apurado na denúncia feita por consumidores.

Desde a quarta-feira (23/05), quando instalou-se a greve dos caminhoneiros, o prefeito do Cabo, Lula Cabral, determinou a adoção de medidas que garantissem os serviços essenciais à população. Em negociação direta com postos de combustíveis, a Prefeitura conseguiu manter o abastecimento do transporte de pacientes em tratatamento, ambulâncias, guarda municipal e Samu. “Todas as medidas garantiram o funcionamento dos serviços essenciais nos últimos três dias. Mas se a greve perdurar, teremos que pensar em outras soluções”, disse o prefeito.didas pelo serviço de transporte de pacientes estão em tratamento de quimioterapia, hemodiálise e radioterapia.

A coleta de lixo até o momento não foi afetada, mas o recolhimento de entulhos

que é feito regularmente, este teve que ser paralisado. As empresas de ônibus

municipais também foram orientadas a reorganizar horários de circulação, priorizando as viagens nos horários de pico. A Secretaria de Programas Sociais também está trabalhando com redução de veículos, já que atende muitas demandas externas.

Todas as medidas garantiram o funcionamento dos serviços essenciais nos últimos três dias. Mas se a greve perdurar, teremos que pensar em outras soluções”, disse o prefeito.

COMMENTS