Projeto de Joaquim Lira obrigando uso de máscara deve ser sancionado nos próximos dias

Saiba mais informações clicando no link

Eduardo da Fonte propõe perdão da dívida do FIES
Pernambuco registra 1.858 novos casos de Covid-19 e 59 óbitos
Multas ambientais podem ser usadas pelo Governo do Estado para compra de vacinas contra a Covid-19


O PLO 1100/2020, que dispõe sobre a obrigatoriedade de uso de máscaras em espaços públicos, como medida de enfrentamento à disseminação do novo coronavírus, causador da COVID-19, foi aprovado na Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa do Estado.

No projeto, Joaquim Lira justificou que a pandemia do coronavírus (Covid-19) segue sendo motivo de preocupação em Pernambuco, com números crescentes de casos da doença em todo estado.

O parlamentar alega ainda, que em função da baixa disponibilidade de testagem, não é possível saber com exatidão a dimensão do problema, que pode ser muito maior, e lembrou que diversos estados já tomaram a iniciativa do uso obrigatório das máscaras em locais públicos, como meio de prevenção em massa ao COVID-19, a exemplo dos estados de: São Paulo, Amazonas, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Nesse sentido, defende Joaquim Lira, é preciso excepcional engajamento do poder público e da população para evitar que a doença continue se espalhando, deixando milhares de mortos, necessitando em especial a utilização de máscaras, tendo em vista os riscos de contágio.

Deputado estadual Joaquim Lira (PSD)

A nova lei também determina que cabe ao Poder Executivo, observadas a conveniência e a oportunidade administrativas, bem como as disponibilidades financeiras e orçamentárias, adotar as providências necessárias para fornecer máscaras à população de baixa renda, e que o não cumprimento da determinação acarretará em multa, na forma definida em regulamento pelo Governo do Estado de Pernambuco.

Considera-se espaços públicos, todos os lugares de uso comum, tidos como pertencentes à toda população.

Após a votação da comissão de administração, o PLO será sancionado pelo Governador Paulo Câmara e entrará em vigor, o que deve acontecer nos próximos dias.

Veja o projeto da autoria de Joaquim Lira na íntegra clicando aqui.

COMMENTS