Proposta de Eduardo da Fonte prevê adicional de insalubridade para assistentes sociais durante pandemia do coronavírus

Saiba mais informações clicando no link

Prefeito Anderson Ferreira libera R$ 7 milhões para enfrentar o coronavírus e cancela Festa da Pitomba
Aprovado projeto do deputado João Paulo Costa que prevê dispensadores de álcool em gel em estabelecimentos comerciais
Sem data de retorno das aulas presenciais, Governo anuncia protocolo para o setor


Uma emenda ao texto da MP 936/20, enviada pelo deputado federal Eduardo da Fonte (PP), prevê adicional de insalubridade para todos os profissionais da assistência social enquanto durar a pandemia do novo coronavírus. O valor proposto é de 40% calculado sobre o salário do trabalhador e deve alcançar servidores públicos e profissionais da iniciativa privada e em qualquer forma de contratação.

“Os assistentes sociais estão nas ruas assistindo os cidadãos e cuidando para que o contágio pelo coronavírus seja evitado. Muitas vezes, são esses trabalhadores que dão o encaminhamento correto para quem apresenta os sinais da doença. Nada mais justo do que conceder esse benefício a quem está se arriscando diariamente pela saúde da população”, afirmou Eduardo da Fonte.

COMMENTS