RIO UNA SOBE 3 METROS EM PALMARES E MUNICÍPIO DECRETA ESTADO DE ALERTA

O município de Palmares, Zona da Mata Sul de Pernambuco e distante 123 Km de Recife, decretou neste sábado(4), estado de alerta por causa das fort

Racionamento de água atinge a Região Metropolitana do Recife.
Prefeitura de Tamandaré contribui com a preservação de Parque Marinho
Justiça ordena demolição de construção irregular na Orla de São José da Coroa Grande
11667504_626415247500586_108013250940790212_n

Rio Una em Palmares – Imagem de Josenil Ferreira

O município de Palmares, Zona da Mata Sul de Pernambuco e distante 123 Km de Recife, decretou neste sábado(4), estado de alerta por causa das fortes chuvas que atingem a região.

Segundo noticiou o site G1, a defesa civil do município de Palmares constatou o aumento de 3 metros no nível do Rio Una em menos de 24 horas. A previsão é que caso as chuvas permaneçam na mesma intensidade o rio possa transbordar e atingir a região.

A bacia do rio Una abrange 42 municípios, nasce no município de Capoeiras, agreste meridional e termina em São José da Coroa Grande, Zona da Mata Sul de Pernambuco. Recentemente nos anos de 2000 e 2010, devido as fortes chuvas na região, o rio Una trasbordou e causou enchentes em várias cidades provocando destruição.

Conforme a APAC – Agência Pernambucana de Águas e Climas, há a possibilidade de chuvas acima da média na região devido a áreas de instabilidades que estão provocando o aumento da nebulosidade e pancadas de chuvas com acumulados acima de 30mm.

É importante ressaltar que a construção de barragens ao longo da bacia do Rio Una estão com obras a passo de tartaruga, a exemplo da Barragem de Serro Azul, localizada no município de Palmares e que deveria está pronta desde o ano de 2013. Sozinha , Serro Azul seria capaz de acumular mais de 300 milhões de metros cúbicos de água; o equivalente  a aproximadamente uma vez e meia o volume que atingiu a região há cinco anos atrás. E não é só obras referentes a contenção de água que estão paradas, o Projeto Reconstrução previa também a construção 744 casas no município de Maraial, infelizmente até a presente data o que se ver é um terreno vazio onde foram gasto milhões para a terraplanagem, além da obra abandonada do cais do Rio Pirangi, afluente do Rio Una.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS