São Lourenço da Mata faz ação para ampliar vacinação contra a Covid-19

Saiba mais informações clicando no link

Vinícius Labanca entrega novos fardamentos para agentes de saúde e agentes de combate às endemias
Prefeito Bruno Pereira inaugura casa para acolher crianças e adolescentes afastados da família
Prefeito Bruno Pereira discute parceria com Uruguai, após reconhecimento da Rede PEA-UNESCO na educação municipal


Neste sábado, a prefeitura de São Lourenço da Mata, no Grande Recife, realizou a ação “Juntos pela Vida”, com o objetivo de avançar na vacinação contra a Covid-19. Cerca de duas mil e 500 pessoas foram até os pontos de vacinação da cidade para tomar o imunizante. A ação, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde, organizou uma verdadeira força tarefa, para que os pontos funcionassem pela manhã e à tarde. Também neste sábado, o município começou a imunizar contra o novo coronavírus, pessoas a partir dos 50 anos de idade, sem comorbidades.

Para atender a alta demanda, a prefeitura adicionou novos locais de imunização nos distritos rurais de Matriz da Luz e Lages. Ao todo, o município contou com sete postos de aplicação de vacinas, distribuídos por toda a cidade, para que os milhares de são lourencenses fossem vacinadas só neste sábado.

O prefeito de São Lourenço da Mata, Vinícius Labanca, ainda pela manhã, visitou todos os pontos de vacinação da cidade. “Fiz questão de ir a todos os pontos de vacinação e fiquei muito feliz em ver as pessoas indo se vacinar. E quero agradecer e parabenizar a todos que estão neste trabalho com a gente, empenhados em salvar vidas, trabalhando numa verdadeira força tarefa para sairmos logo dessa pandemia. A vacinação contra a Covid-19 é a única saída que temos para voltarmos a vida normal. E vamos avançar ainda mais na imunização. Com planejamento e organização São Lourenço continuará sendo destaque no estado na vacinação contra o novo coronavírus”, destacou.

Lembrando que São Lourenço da Mata continua vacinando ininterruptamente gestantes, puérperas e pessoas com comorbidades. Na cidade, gestantes e puérperas com até 45 dias de pós-parto, tomam doses da vacina da Pfizer que é indicada para esse grupo.

COMMENTS