conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

PERNAMBUCO

Sileno Guedes rebate declaração: “Diferentemente do que diz o Governo, Pernambuco captou R$ 9 bilhões nos últimos anos”

Foto: Wesley D’Almeida

Segundo informações do e-Fisco, o sistema digital de serviços ligados às receitas do Estado, Pernambuco captou mais de R$ 9 bilhões nos últimos dez anos, durante operações de crédito. Os dados, referentes aos governos do PSB, contradizem a narrativa de que a gestão da governadora Raquel Lyra (PSDB) teria obtido, somente em 2023, um volume de empréstimos 50% maior do que o contratado na última década, como divulgado na edição de sábado (16) do Diário Oficial do Estado. O líder do PSB na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Sileno Guedes, contestou a informação.

O deputado destaca que, em maio, a Alepe autorizou que o Executivo contraísse, em 2023, até R$ 3,4 bilhões em empréstimos. Embora seja o maior volume de recursos contratado em um único ano, Sileno Guedes argumenta que não se compara ao montante obtido em governos anteriores.

Pernambuco já havia captado cifras bilionárias em anos como 2012 (R$ 2,147 bilhões), 2013 (R$ 3,094 bilhões), 2018 (R$ 1,069 bilhão) e 2022 (R$ 1,283 bilhão), totalizando, juntamente com outros empréstimos, quase o triplo do montante adquirido no ano atual. Esses dados buscam esclarecer a verdadeira dimensão dos empréstimos do estado ao longo do tempo, contrapondo a ideia de um aumento excepcional em 2023.

“Quero crer que as informações distorcidas publicadas no Diário Oficial tenham sido apenas uma distração e que a verdade seja restabelecida nas próximas edições de tão tradicional veículo de comunicação. Esse é um meio de comunicação institucional e que precisa manter sua tradição de informar com precisão a população pernambucana”, argumenta Sileno, lembrando que a margem de crédito que o Estado poderia contrair em 2023 foi decorrente do cenário fiscal favorável deixado pelas gestões do PSB.

O parlamentar apontou outra inconsistência na divulgação oficial do Governo de Pernambuco, que valoriza como feitos extraordinários operações de crédito como as realizadas rotineiramente em anos anteriores, além de atribuir a conquista dos empréstimos recentes a 28 viagens da governadora Raquel Lyra a Brasília. “A senhora governadora poderia ter ido mil vezes à Capital Federal e nunca teria conseguido qualquer crédito se o Estado não tivesse obtido o aval da União para realizar operações de crédito nas gestões do PSB, que já no balanço de 2023 apontou a disponibilidade dos recursos a serem captados”, completa.

OPERAÇÕES DE CRÉDITO – GOVERNO DE PERNAMBUCO

2008: R$ 340.168.218,69

2009: R$ 669.685.585,43

2010: R$ 1.001.244.014,05

2011: R$ 985.152.909,63

2012: R$ 2.147.905.944,70

2013: R$ 3.094.818.990,00

2014: R$ 426.252.000,00

2015: R$ 14.000.000,00

2017: R$ 568.814.412,78

2018: R$ 1.069.073.425,71

2019: R$ 154.082.800,00

2021: R$ 88.500.000,00

2022: R$ 1.283.000.000,00

2023: R$ 3.447.662.000,00

Fonte: e-Fisco

Leticia Lima

Jornalista diplomada pela Uninassau

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banner Santa Cruz do Capibaribe

Você também pode gostar

OPORTUNIDADE

O prefeito Mano Medeiros anunciou hoje (26), um concurso público para diversos cargos públicos no Jaboatão dos Guararapes, oferecendo um total de 1.582 vagas....

ELEIÇÕES 2024

O Blog Ponto de Vista, em parceria com o Instituto França de Pesquisas (IFP), divulgará neste domingo pesquisa sobre a corrida eleitoral em Caruaru....

Recife

Aumentou o número de opções entre os auxiliares do prefeito João Campos que entraram no radar como alternativas para ser seu companheiro de chapa...

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.