Wanderson prestigia posse do Cabo Cardoso como Presidente da União dos Vereadores Militares de PE

Saiba mais informações clicando no link

Wanderson Florêncio discorda de relatório da reforma da Previdência
Impacto do Covid-19 : Wanderson Florêncio solicita pagamento de cachês dos artistas que trabalharam no Carnaval
Wanderson pede ao Governo de Pernambuco informação sobre acompanhamento de crianças órfãs em decorrência da covid-19


O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC) prestigiou, nesta sexta-feira, a posse do vereador Cabo Cardoso (PP) como presidente da União dos Vereadores Militares de Pernambuco (UVM) para o biênio 2021/22. O evento foi realizado no Salão Nobre da Câmara Municipal de Caruaru.

Criada com o objetivo de debater pautas que envolvam bombeiros e policiais militares, fortalecendo as categorias, a UVM também vai atuar fiscalizando e denunciando as condições de trabalho dos militares em todo o estado.

“A União dos Vereadores Militares já nasce com a missão de direcionar ainda mais o parlamento às questões que envolvem o cotidiano dos policiais militares e bombeiros do nosso estado. Ter o vereador Cabo Cardoso como primeiro presidente da UVM é uma garantia de que não vai faltar empenho e dedicação em prol dos militares com representação nas casas legislativas. Venho aqui, em nome da Alepe, reafirmar o nosso compromisso em debater e fortalecer as pautas que são de interesse da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros”, destacou Wanderson Florêncio.

Um dos temas discutidos durante a posse do primeiro conselho da UVM foi o atual sistema que prevê reserva remunerada para policiais e bombeiros militares que deixam suas funções para exercer mandatos eletivos. O pleito é para que os profissionais apenas fiquem licenciados durante o mandato, assim como acontece com policiais civis.

“Somos uma entidade que nasceu para colocar em evidência temas de interesses dessas categorias na política estadual, entre eles, a melhoria das condições de trabalho para os milhares de profissionais que dedicam a vida para dar mais segurança à sociedade. Ficamos muito felizes em contar com o apoio de Wanderson. Junto com o deputado vamos fortalecer esse projeto da não obrigatoriedade de entrada na reserva remunerada para os militares que voltam de mandatos eletivos”, afirmou Cabo Cardoso.

COMMENTS