conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

MENU

ALEPE

Projeto de Rodrigo Farias combate cigarro eletrônico em Pernambuco

Deputado Rodrigo Farias

Deputado estadual Rodrigo Farias (PSB)

O deputado estadual Rodrigo Farias (PSB) deu entrada com um projeto de lei que tem como objetivo reforçar a proibição do uso de cigarros eletrônicos em estabelecimentos fechados em Pernambuco. O PL de número 2.048 visa alterar a legislação já existente, obrigando os estabelecimentos fechados do Estado a colocarem avisos explícitos sobre a proibição deste tipo de equipamento, também conhecido como  vaper, pod, e-cigarette, e-ciggy, e-pipe, e-cigar, heat not burn (tabaco aquecido), entre outros.

Rodrigo Farias explica que, com o crescimento do uso desses dispositivos, que são comprovadamente prejudiciais à saúde, é fundamental que a lei acompanhe a evolução dos produtos no mercado e assegure a proteção da saúde pública. “Atualmente os estabelecimentos comerciais, condomínios, bares e restaurantes colocam avisos de proibição do cigarro convencional e as pessoas acham que cigarro eletrônico é permitido. Mas esse tipo de equipamento também é proibido, então é preciso que isso seja dito de forma explícita, pois a ciência já mostrou o prejuízo do consumo deste produto para a saúde”, detalhou o parlamentar.

A proposta é para alterar a Lei Nº 12.578, que estabelece normas suplementares à Legislação Federal, com o objetivo de controlar o uso de produtos fumígenos em ambientes públicos e privados fechados no Estado. O Projeto de Lei de Rodrigo Farias propõe mudanças nos artigos 1º e 6º da referida lei, inserindo explicitamente os cigarros eletrônicos como produtos proibidos nos mesmos ambientes onde o cigarro tradicional é vetado.

Os cigarros eletrônicos representam um novo desafio para a saúde pública e é essencial que nossa legislação reflita essa realidade“, afirmou Farias. O deputado destaca que a inclusão desses dispositivos nos avisos serve tanto para informar quanto para educar a população sobre os riscos associados ao seu uso em ambientes fechados.

A proposta surge em um contexto de crescente preocupação com os efeitos dos cigarros eletrônicos no Brasil e no mundo. Estudos recentes indicam que, embora considerados por alguns como uma alternativa menos prejudicial ao cigarro convencional, os dispositivos eletrônicos ainda apresentam riscos significativos. A exposição ao vapor desses dispositivos pode levar a problemas respiratórios e outras condições de saúde. Além disso, o uso crescente entre jovens têm levantado alarmes sobre um possível aumento na dependência de nicotina.

O Projeto de Lei fortalece o combate ao uso de cigarros eletrônicos em Pernambuco, alinhando o Estado com as melhores práticas de saúde pública. Rodrigo Farias enfatiza que essa atualização legislativa é uma medida necessária para proteger os cidadãos e garantir que as normas de proteção à saúde evoluam junto com os desafios modernos. A proposta agora segue para discussão nas comissões da Assembleia Legislativa antes de ser votada em plenário.

Wellington Ribeiro

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banner Santa Cruz do Capibaribe

Você também pode gostar

OPORTUNIDADE

O prefeito Mano Medeiros anunciou hoje (26), um concurso público para diversos cargos públicos no Jaboatão dos Guararapes, oferecendo um total de 1.582 vagas....

ELEIÇÕES 2024

O Blog Ponto de Vista, em parceria com o Instituto França de Pesquisas (IFP), divulgará neste domingo pesquisa sobre a corrida eleitoral em Caruaru....

Recife

Aumentou o número de opções entre os auxiliares do prefeito João Campos que entraram no radar como alternativas para ser seu companheiro de chapa...

MUDANÇAS

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (22), mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil. O coronel Ivanildo Cesar Torres de...

Copyright © 2014 - 2023 Blog Ponto de Vista. Todos os direitos reservados.